Copiloto tranca piloto, sequestra avião da Etiópia e pede asilo à Suíça

Homem de 31 anos disse que “se sentia ameaçado” em seu país

O avião da Ethiopian Airlines aterrissou em Genebra, onde o o sequestrador foi preso. Foto:Divulgação
O avião da Ethiopian Airlines aterrissou em Genebra, onde o o sequestrador foi preso. Foto:Divulgação

O homem detido nesta segunda-feira após ter desviado um Boeing 767 da companhia Ethiopian Airlines entre Adis Abeba e Roma era o copiloto do avião, de 31 anos, que disse que “se sentia ameaçado” em seu país e pediu asilo à Suíça após o pouso em Genebra.

O porta-voz da polícia de Genebra, Jean-Phillipe Brand, disse que a situação está sob controle e que ninguém ficou ferido durante o incidente. O avião fez uma aterrissagem não programada na cidade suíça às 3h (horário de Brasília) e os passageiros deixaram o avião com as mãos levantadas. Eles embarcaram em um ônibus que estava esperando na beira da pista

“O aeroporto está fechado e a situação controlada”, disse o porta-voz da polícia.

Todos os pousos e decolagens programados em Genebra na parte da manhã foram desviados para outros aeroportos ou cancelados, informou o site do aeroporto de Genebra .

De acordo com a Ethiopian Airlines, todos os passageiros e membros da tripulação estão em segurança no aeroporto. Segundo o jornal “La Tribune de Genève” , o avião foi desviado ao voar sobre o Sudão.

Até o momento, as razões para os sequestro são desconhecidas.

Fonte:O Globo

Compartilhar:
    Publicidade