Corinthianos tentaram invadir o vestiário para bater em Pato

A confusão só não foi maior porque os seguranças contratados pelo Corinthians impediram, na força física, a invasão

Para os torcedores, Pato ainda não entendeu o Corinthians. Foto:Divulgação
Para os torcedores, Pato ainda não entendeu o Corinthians. Foto:Divulgação

A dor de cabeça dos jogadores do Corinthians não se restringiu aos 5 a 1 aplicados pelo Santos na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Ao final do clássico, um grupo de cerca de 30 torcedores alvinegros tentou invadir, pela rua, o vestiário do time. O objetivo era bater em Alexandre Pato.

A confusão só não foi maior porque os seguranças contratados pelo Corinthians impediram, na força física, a invasão. A notícia da ação da torcida chegou rapidamente ao vestiário, apavorando os atletas.

Depois de serem contidos pelos seguranças, os torcedores prometeram “um acerto de contas” com Pato e Emerson Sheik em breve. Eles ainda detonaram o presidente Mario Gobbi e pediram a demissão de Mano Menezes, que fez apenas sua quarta partida desde o retorno ao Parque São Jorge.

O Corinthians não perdia um clássico levando cinco gols desde 2005 – na oportunidade, o placar de 5 a 1 se deu a favor do São Paulo, decretando a demissão do técnico argentino Daniel Passarella.

Foto:Divulgação

Compartilhar: