Corinthians busca dinheiro para fechar com Marcelo e confirmar 5º reforço

A chegada de um quinto reforço para a equipe corintiana para o segundo semestre está ficando cada vez mais perto...

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A chegada de um quinto reforço para a equipe corintiana para o segundo semestre está ficando cada vez mais perto. Depois de Elias, Lodeiro, Angel Romero e Anderson Martins, é Marcelo Cirino, do Atlético-PR, quem está próximo de acertar com o alvinegro. A diretoria do Parque São Jorge está resolvendo os últimos detalhes para fechar a contratação.

Segundo apuração da reportagem, a negociação começou há cerca de duas semanas com o clube paranaense, que está disposto a vender 50% dos direitos econômicos do jogador ao time paulista por 5 milhões de euros (perto de R$ 15 milhões) e permanecer com a outra metade.

Da parte do atleta, as coisas também estão bastante encaminhadas. Com salário definido para o primeiro ano de cerca de R$ 200 mil ao mês, o dobro do que ganha atualmente, as próximas reuniões estão para definir os vencimentos a partir do segundo ano de contrato, além das luvas que Marcelo receberá com o acordo.

Ainda segundo informações obtidas pela reportagem, a proposta do Corinthians para o Atlético-PR é de pagar a compra do jogador em quatro vezes de 1,25 milhão de euros cada. O nó da questão está justamente no pagamento dessa primeira parcela, já que o restante seria financiado com o banco BMG. A cúpula do time tenta viabilizar esse valor, de cerca de R$ 4 milhões, para bater o martelo.

Neste fim de semana, a diretoria alvinegra se encontrou com Pablo Miranda, empresário do jogador, para tratar também da transação. Ronaldo Ximenes, diretor de futebol do Corinthians, admite a negociação, mas adota cautela.

“O Corinthians tem interesse em contratar o Marcelo, mas ainda estamos no início de uma negociação com ele e com o Atlético-PR”, afirmou para o ESPN.com.br.

Por trás da operação, está o empresário Giuliano Bertolucci, que segundo pessoas do clube paulista está atuando como um agente na negociação, sem participação efetiva na compra, mas será comissionado se o acordo sair.

Fonte: MSN

Compartilhar: