Corte de Banega causou desconforto entre Messi e técnico, diz jornal argentino

Craque do Barcelona é amigo íntimo do volante do Newell's e não gostou da decisão do treinador. Di María, outro que tem amizade com Banega, inclusive chorou pelo corte do jogador

Sabella chegou a ser aconselhado por gente próxima a levar Banega para a Copa do Mundo. Foto: Divulgação
Sabella chegou a ser aconselhado por gente próxima a levar Banega para a Copa do Mundo. Foto: Divulgação

O corte de Éver Banega da lista de 23 convocados da Argentina para a Copa do Mundo não agradou a Lionel Messi e Ángel Di María, amigos íntimos do volante do Newell’s Old Boys. De acordo com o jornal argentino Clarín, a ausência do jogador entre os selecionados para o Mundial causou certo desconforto entre a dupla e o técnico da albiceleste, Alejandro Sabella.

O diário, inclusive, relata que o meio-campista do Real Madri foi consolar – e até chorou com – Banega no quarto em que o atleta estava hospedado no complexo da AFA (Associação do Futebol Argentino), em Ezeiza, onde o elenco se prepara para o torneio. Messi também foi conversar particularmente com o amigo rosarino.

“Alejandro fez tudo certo. Armou a equipe ao redor de Messi, jogou como queria o garoto, bancou todo o tempo, inclusive não convocando Tevez. Mas tomou uma decisão esportiva no momento menos indicado”, disse uma pessoa, que preferiu manter-se no anonimato, em contato com a reportagem do Clarín.

Há alguns meses, Sabella chegou a consultar uma pessoa próxima sobre a possibilidade de não levar Banega para a Copa. “Está louco? Não pode deixar um dos melhores amigos do Messi de lado”, foi a resposta ouvida pelo treinador.

Se antes tinha o grupo argentino na mão, o comandante agora não é visto com a mesma confiança de outrora por seus jogadores. Problema que, às vésperas do início da competição, pode atrapalhar a Argentina em seu caminho rumo ao terceiro título mundial de sua história.

Fonte: iG

Compartilhar:
    Publicidade