Cosern continua oferecendo bônus para compra de lâmpadas LED

Para adquirir as lâmpadas LED por R$ 15,00 (cada) o consumidor deve levar a última conta de energia paga e até cinco lâmpadas usadas

A substituição de lâmpadas incandescentes no Brasil está ocorrendo de forma gradativa. Foto: Divulgação
A substituição de lâmpadas incandescentes no Brasil está ocorrendo de forma gradativa. Foto: Divulgação

Os consumidores da Cosern interessados em adquirir o bônus para a substituição de lâmpadas incandescentes e fluorescentes compactas por lâmpadas LED, ainda podem comparecer a loja do Armazém Pará da Av. Antônio Basílio ou da Av. Eng. Roberto Freire, em Natal. O projeto “Venda subsidiada de lâmpadas LED” é realizado pela Cosern, por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE), regulado pela Agencia Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Para adquirir as lâmpadas LED por R$ 15,00 (cada) o consumidor deve levar a última conta de energia paga e até cinco lâmpadas usadas, que podem ser incandescentes (de, no mínimo, 60W e, no máximo 100W) ou fluorescentes compactas (de, no mínimo 15W e, no máximo 25W). Cada participante do projeto tem um limite de até cinco unidades por contrato desde que atendam aos seguintes critérios:

·        Ser cliente residencial com consumo médio mensal acima de 70 kWh/mês (média dos três maiores consumos do ano);

·        Estar com pagamento em dia com a distribuidora, podendo quitar débitos para participar;

·        Entregar as lâmpadas usadas para a troca;

·        Pagar R$ 15,00 por cada lâmpada adquirida. Limite de cinco lâmpadas por contrato (enquanto durar o estoque);

·        Ser titular e ter CPF coincidente com a fatura de energia ou ter autorização por escrito do titular da fatura de energia apresentando cópia e RG;

·        Ser maior de 18 anos;

O valor médio de mercado dessa lâmpada LED, sem o subsídio da Cosern, é R$ 50,00. As lâmpadas LED bonificadas são da marca Philips e têm potência de 10W. Em comparação com as lâmpadas incandescentes, possuem durabilidade média de 15 mil horas, equivalente a sete anos (quando usadas por seis horas ao dia) e possuem um consumo médio até 83% inferior.

A substituição de lâmpadas incandescentes no Brasil está ocorrendo de forma gradativa. Até junho de 2016, todas deverão estar fora de circulação, conforme Portaria Interministerial Nº 1.007 de 31/12/10, dos Ministérios de Minas e Energia, Ciência e Tecnologia e Indústria e Comércio Exterior.

As lâmpadas fluorescentes compactas recebidas terão o mercúrio retirado e serão descartadas adequadamente, possibilitando que o consumidor economize energia elétrica e contribua com a preservação do meio ambiente.

Tecnologia LED – O LED, proveniente do inglês Light Emitting Diode (Diodo Emissor de Luz), é um semicondutor que emite luz quando percorrido por uma corrente elétrica. As lâmpadas que usam esta tecnologia são mais eficientes, mais duráveis, possuem menor consumo de energia e não poluem o meio ambiente.

Compartilhar: