Cozinha pega fogo, alarmes falham e hotel da Copa é evacuado

Segundo relatos de hóspedes e moradores do hotel, dois alarmes de incêndio não funcionaram durante a ocorrência

A cozinha do prédio, anexada ao edifício do hotel Promenade Champagnat, no bairro Savassi, pegou fogo por conta de uma frigideira esquecida no fogão. Foto: Divulgação
A cozinha do prédio, anexada ao edifício do hotel Promenade Champagnat, no bairro Savassi, pegou fogo por conta de uma frigideira esquecida no fogão. Foto: Divulgação

Um dos hotéis credenciados pela Fifa em Belo Horizonte para a Copa do Mundo precisou ser evacuado na noite deste domingo. A cozinha do prédio, anexada ao edifício do hotel Promenade Champagnat, no bairro Savassi, pegou fogo por conta de uma frigideira esquecida no fogão. Segundo relatos de hóspedes e moradores do hotel, dois alarmes de incêndio não funcionaram durante a ocorrência. De acordo com o Corpo de Bombeiros, quatro pessoas foram socorridas por terem inalado fumaça, e passam bem.

“O incêndio iniciou na cozinha do restaurante, mais precisamente na fritadeira que alastrou para o exaustor. Isso gerou muita fumaça e muita gente inalou essa fumaça. Tivemos que evacuar o prédio. Foram 27 pessoas, principalmente no primeiro e segundo andares, onde concentrou bastante calor”, afirmou o tenente Christian Cordeiro, do Corpo de Bombeiros. Essas 27 pessoas foram resgatadas pela corporação.

Por volta das 0h15 desta segunda-feira, os bombeiros liberaram os quartos do hotel, porém, alguns moradores e hóspedes preferiam passar a noite em outro hotel da rede por conta do forte cheiro de fumaça.

“Quando chegamos os alarmes não estavam tocando. No momento da nossa chegada não ouvimos alarme. Muitos moradores fizeram contato com a central dos bombeiros e passaram o andar que estavam. Efetuamos as buscas andar por andar, arrombamos três apartamentos. Foram 40 bombeiros e 11 viaturas na ocorrência”, afirmou o oficial.

Em relação à documentação, Cordeiro disse que a corporação irá analisar para saber se estava em dia. “Se não estiver serão multados”. “Apenas a cozinha foi comprometida. Acionamos a Defesa Civil para verificar. Mas vamos aguardar a perícia. A princípio o prédio está em condições de funcionamento”.

Rubens Silveira, 79 anos, e sua mulher Iris, 78 anos, tiveram que descer de escada do quinto andar e se assustaram quando viram uma fumaça preta entrando pelas janelas e pela porta.

“Eu estava indo dormir, por volta das 21h30 e senti um cheiro de comida. Perguntei a ela se estava cozinhando. Nesse instante começou a entrar uma fumaça negra e ela foi tomando conta de tudo. As escadas não tinham luz e tivemos que voltar para o apartamento. Liguei para os bombeiros e eles já estavam a caminho. Eles chegaram, nos pegaram e desceram”, contou Silveira, ainda assustado com a situação.

Até o início da madrugada desta segunda-feira, o hotel não se pronunciou sobre o caso.

Fonte: Terra

Compartilhar: