Cresce procura por tratamentos para o rejuvenescimento da pele

O preço médio dos tratamentos dermatológicos vai de acordo com o diagnóstico de cada paciente e de quais técnicas devem ser usadas

65UI65U3UY45U34U3

Rugas, sulcos, flacidez. Sinais de envelhecimento da pele, temidos por muitos, faz parte do processo natural pelo qual todos nós passamos, mas a esperança de uma aparência jovial é reforçada com o intenso trabalho de especialistas na área de dermatologia, que desenvolvem técnicas que prometem o tão almejado rejuvenescimento da pele.

Segundo a dermatologista Regina Jales, atualmente existem diversas técnicas para o tratamento da pele que utilizam laser, toxina botulínica e preenchimento facial, mas é preciso que estas sejam adotas de forma criteriosa. “O ideal é que as técnicas sejam usadas de forma a proporcionar um rejuvenescimento ao paciente, mas que seja de forma natural. É interesse que as pessoas olhem para você e digam: – Como você está bem!- mas sem saber o porquê. Temos que lançar mão da tecnologia para proporcionar um melhora nas técnicas antienvelhecimento para que sejam de forma natural” afirmou.

Sobre o preço médio dos tratamentos dermatológicos, ela explica que vai de acordo com o diagnóstico de cada paciente e de quais técnicas devem ser usadas. “O preço dos tratamentos depende das necessidades existentes em cada pele, dependendo da conclusão feita pela análise do especialista. Tem tratamentos que são únicos, agora quando fazemos tratamentos combinados, tem que haver uma avaliação. O preço do tratamento depende disso”.

A dermatologista também afirma que para ter uma pele bonita e saudável é preciso ficar atento a cuidados diários com a pele. “Basicamente, para ter uma pele saudável é necessário escolher um sabonete adequado para seu tipo de pele, uma loção adequada para retirar a maquiagem, para as mulheres, além de hidratante e filtro solar, que devem ser utilizados diariamente”, reforçou.

Ainda segundo Regina Jales, a população brasileira naturalmente sofre com a alta incidência de radiação solar e tem uma pele que, de uma forma em geral, é mais oleosa. “Digo sempre que devemos escolher produtos para nosso tipo de pele. O brasileiro tem uma cútis grossa e mais oleosa, por isso, devemos lançar mão de produtos com texturas mais leves, como loções e séruns, o que cai bem na pele” aconselhou a dermatologista.

Sobre as temidas acnes, ela diz que ocorre em 90% das pessoas em alguma fase da vida. A especialista afirma que para esse público, o cuidado deve ser especial. “O arsenal de produtos para tratamento da acne é muito grande. A pessoa que sofre com esse problema deve utilizar um sabonete para pele acneica e produtos que combatam a acne, que varia para cada paciente. O laser retira por completo as lesões inflamatórias causadas por esse problema” disse.

Atualmente, as mulheres são o principal público a procurar as técnicas para rejuvenescimento, mas apesar disso, a dermatologista confirma que os homens também vêm aumento seu interesse. “É uma questão de cuidado, por isso não existe mais aquela exclusividade de ser apenas a mulher que vem ao consultório. Ambos procuram”.

Regina Jales também alerta que para a calvície – que afeta principalmente os homens – há diversos tratamentos que podem diminuir o problema. “Tratamentos com laser podem trazer uma melhora à calvície. Novos medicamentos estão sendo produzidos para sanar as deficiências existentes para produção capilar” explicou.

A dermatologista ainda reforça que os tratamentos de rejuvenescimento devem ser distribuídos em outras partes do corpo e não somente no rosto. “Uma mão manchada pode denunciar a idade. Os tratamentos começam do rosto e partem para outras partes do corpo, como pescoço e locais de flacidez” concluiu.

Compartilhar:
    Publicidade