Evangélico, zagueiro David Luiz defende sexo só depois do casamento

Zagueiro da seleção brasileira apoia campanha ‘Eu Escolhi Esperar’

David Luiz comemora gol marcado pela seleção brasileira. Foto: Divulgação
David Luiz comemora gol marcado pela seleção brasileira. Foto: Divulgação

Apesar de ser um dos jogadores mais assediados pelo público feminino na Copa do Mundo, destaque na seleção brasileira e autor de dois gols até agora, o zagueiro David Luiz pode deixar muitas ‘pretendentes’ decepcionadas. Segundo a revista Placar, o jogador apoia a campanha ‘Eu Escolhi Esperar’, que defende que o sexo seja praticado somente após o casamento.

Evangélico, o zagueiro namora a portuguesa Sara Madeira e segue os passos do meia Kaká, ídolo da seleção brasileira que se comprometeu a fazer sexo somente após a união matrimonial.

“Pelo que tem feito nessa Copa, David Luiz se tornou o príncipe encantado de milhares de torcedoras”, afirmou à revista o pastor Nelson Junior, idealizador do movimento.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Segundo o religioso, mesmo com a decisão de abstinência, não quer dizer que o zagueiro nunca tenha feito sexo.

“É importante ressaltar que o ‘Eu Escolhi Esperar’ não é uma campanha de virgindade, mas sim de preservação sexual. A adesão do David foi muito discreta, porque ele é assim em sua vida pessoal. Não significa que ele seja virgem ou não. Significa que ele optou por se preservar até o casamento”, completou.

Fonte: MSN

Compartilhar: