DECISÃO

A ex-governadora Wilma de Faria, que andou bastante em Natal e no interior durante o carnaval, também manteve contato com…

A ex-governadora Wilma de Faria, que andou bastante em Natal e no interior durante o carnaval, também manteve contato com o presidente nacional de seu partido, governador pernambucano Eduardo Campos. A conversa com o neto de Miguel Arraes deu a Wilma o que ela esperava: liberdade para tomar a decisão que achar conveniente na eleição de outubro.

 

CANDIDATURA

Diante da liberdade de escolha, Wilma praticamente confirma o que já havia decidido internamente: será candidata ao Senado na chapa do PMDB. Entre outras razões, está o fato de que a candidatura ao Senado lhe proporciona mais tranqüilidade na disputa e gastos menos elevados, além de evitar ser a protagonista do pleito, o que reduz a função de ‘alvo’ de ataques mais diretos dos adversários.

 

ALIANÇA

A questão da aliança do PMDB com o PSB de Wilma é que ela parece resistente a idéia de formar chapa com o ex-senador Fernando Bezerra; a mãe de Lauro gostaria de ir as ruas com Henrique Alves na condição de candidato a governador. Porém, o filho de Aluízio dificilmente será candidato. Nesse caso, Wilma terá que compor com o PMDB mesmo sem um candidato a governador de seu agrado.

 

CHAPA

Embora tenha circulado por boa parte do RN juntos, a dupla Robinson Faria e Fátima Bezerra ainda não fechou a chapa. O pai de Fábio quer compor com o PT; o partido de Dilma no RN também quer, mas a irmã de Tetê está com medo de enfrentar Wilma nas urnas e quer formar uma chapa com a mãe de Lauro. O problema é que essa posição de Fátima é isolada no PT, por isso perde força de execução.

 

VICE DECISIVO

A possibilidade do deputado Agnelo Alves ser candidato a vice-governador na chapa encabeçada por Robinson Faria é definidora do processo de articulação das candidaturas. Caso Agnelo aceite ser vice, a conseqüência direta é o respaldo dos prefeitos de Natal e de Parnamirim, o primeiro e o terceiro colégios eleitorais do Estado, o que provocaria uma largada positiva para qualquer chapa.

COMEÇOU

Após o carnaval, é bem provável que o ano comece de verdade, certamente depois deste final de semana. Assembleia volta à normalidade, Câmara idem, Governo continua em seu marasmo e as chapas começam a ser definidas.

 

MOSSORÓ

As alianças feitas em gabinetes provocam reações e conseqüências no interior de forma direta, na mudança de discurso. O caso de Mossoró é emblemático. O PMDB juntou-se ao DEM para derrotar Larissa Rosado. Agora, o mesmo PMDB vai dizer que Larissa é a melhor candidata para Mossoró. E Robinson Faria, que apoiou Larissa na primeira eleição, vai pedir votos contra a filha de Sandra, pois vai apoiar o prefeito Francisco José Junior.

 

INOPERÂNCIA

Passado o carnaval, um grupo que faz oposição em Macau, começa a cobrar de forma mais ostensiva, o trabalho do Ministério Público na cidade, especialmente em relação a denúncias feitas contra a Prefeitura. A inoperância do MP na Terra das Salinas chama a atenção e incomoda quem quer seriedade na coisa pública.

Compartilhar:
    • Lelio Batista Oliveira Batista

      Se Wilma aceitar essa dobradinha ao lado de Fernando Bezerra, coitada da Guerreira, pois ele puxa os votos para baixo. Wilma, só aceita entrar nessa se for ao lado de Henrique ou Garibaldi, tá? Cuidado, é tudo que Fátima Bezerra quer!!

    • lair solano vale

      ELEIÇÕES 2014
      1 – ROSALBA DESFILIADA DO DEM – GOVERNA ATÉ O FIM E FICA DE BRAÇOS DADOS, ATRAVÉS DE DILMA , COM O PT – PP – PSD E ETC
      2- INDICA EM MOSSORÓ E NO RN OS VICES ( KÁTIA PINTO – PAULO DE TARSO -SHIRLEY TARGINO E ETC
      3- AS OBRAS DO PAC VÃO DEIXÁ-LA EM CONDIÇÕES ELEITORAIS ÓTIMAS
      PARA OS PRÓXIMOS EMBATE
      4 – ROSALBA PODE NÃO SER CANDIDATA, MAIS PODE DECIDIR QUEM PERDE
      AS PRÓXIMAS ELEIÇÕES

    Publicidade