“Delinquente em potencial”, jovem vira diamante do Liverpool

Ainda criança, ele foi expulso da escola primária que cursava em razão de problemas comportamentais e passou três anos em um colégio especial

Sterling é um dos destaques do Liverpool na temporada. Foto: Divulgação
Sterling é um dos destaques do Liverpool na temporada. Foto: Divulgação

Raheem Sterling, 19 anos, conseguiu chamar a atenção em um time com astros como Steven Gerrard e Luis Suárez e é um dos destaques do Liverpool, líder e sensação do Campeonato Inglês. O jovem atacante, que recentemente foi considerado o quinto melhor Sub-20 do mundo, é dono também de um passado turbulento – e chegou até a ser considerado um “delinquente em potencial” por um professor, segundo revelou nesta terça-feira o jornal britânico Daily Mail.

Sterling nasceu em Kingston, capital da Jamaica, mas se mudou aos cinco anos de idade para a Inglaterra. Ele despontou para o futebol nas categoria de base do Queen’s Park Rangers e, antes mesmo de se profissionalizar, foi contratado pelo Liverpool em 2010 por R$ 1,6 milhão.

Apesar do talento que demonstrava em campo, a carreira de Sterling esteve em perigo. Ainda criança, ele foi expulso da escola primária que cursava em razão de problemas comportamentais e passou três anos em um colégio especial. Lá, ouviu uma “profecia” de um professor. “Se você continuar desse jeito, com 17 anos você estará na prisão ou jogando pela seleção da Inglaterra”.

Sterling alcançou a seleção da Inglaterra – e estreou a poucas semanas de completar 18 anos, em um amistoso com a Inglaterra em novembro de 2012. Ele voltou a ser chamado por Roy Hodgson em março deste ano, alimentando a possibilidade conseguir uma vaga na lista dos 23 convocados para a Copa do Mundo de 2014.

No entanto, o jovem atacante também chegou a ter problemas judiciais. No início da atual temporada, ele foi detido pela polícia após agredir a namorada, a top model Shana Rose – ele foi inocentado no tribunal após uma testemunha faltar ao julgamento.

Mais comportado, Sterilng se firmou como titular do setor ofensivo do Liverpool ao lado de Suárez e Daniel Sturridge. Ele credita o grande momento ao técnico Brendan Rodgers, a quem considera um “paizão”.

A quatro rodadas do fim do Campeonato Inglês, o Liverpool lidera a competição com 77 pontos – dois a mais que o Chelsea, segundo colocado. As duas equipes, aliás, ficarão frente a frente dentro de duas semanas, na jornada 36.

Fonte: Terra

 

Compartilhar: