Kelps descobre outra obra abandonada pelo Governo em São Tomé

Kelps já transformou em lei na Assembleia Legislativa o combate à prática nociva dos governantes de criarem marcas e slogans próprios dos seus governos

Kelps com Cicero em São Tomé. Foto:Assessoria
Kelps com Cicero em São Tomé. Foto:Assessoria

O deputado Kelps Lima visitou o município de São Tomé nesta sexta-feira, 20 de dezembro, e descobriu outra obra abandonado pelo Governo do Estado, uma ponte que deveria ser uma das partes importantes da famosa estrada da Produção, mas que está sem trabalho algum sendo realizado.
Kelps visitou o local ao lado do vereador Cícero Amador, do município de São Tomé, e constatou que, apesar da obra estar parada, a placa do governo está lá fincada, bem grande, com uma enorme logomarca e um slogan: “Reconstruir e Avançar”.
Para o deputado, o Rio Grande do Norte não pode mais tolerar desperdício de dinheiro público como este que está ocorrendo em São Tomé. “O Estado foi eficiente para criar um slogan, uma marca e mandar fincar uma placa num local ermo como este. Tenho certeza que o slogan, a marca e a placa já foram pagos. Mas o Estado não é competente para terminar a obra. É preciso dar um basta nesse tipo de atuação da nossa classe política”.
Kelps já transformou em lei na Assembleia Legislativa o combate à prática nociva dos governantes de criarem marcas e slogans próprios dos seus governos. Graças a Lei de Kelps, o próximo governador, a partir de 2015, não poderá mais fazer propaganda pessoal disfarçada com dinheiro público. Se fizer, será um descumpridor de leis.
Kelps também apresentou e está lutando para que seja aprovado no parlamento outro projeto que proíbe inauguração de obras antes que elas estejam efetivamente funcionando, há pelo menos 15 dias da inauguração, e com atestado de funcionamento assinado pelo secretário responsável. Caso o secretário assine e a obra não esteja funcionando, pode ser enquadrado como infrator perante o código criminal, para ser processado.

Fonte:Assessoria

Compartilhar: