Taxa de desemprego feminina diminui entre 2012 e 2013

Resultado representa o menor nível de desemprego total dos anos 2000

De cada cem mulheres em idade ativa, 55 delas participam estão ocupadas ou desempregadas. Foto: Getty Images
De cada cem mulheres em idade ativa, 55 delas participam estão ocupadas ou desempregadas. Foto: Getty Images

A taxa de desemprego total feminina passou de 12,5% para 11,7%, entre 2012 e 2013. O resultado, apresentado na pesquisa, encomendada pela Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados) e o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), representa a menor taxa total registrada nos anos 2000.

O levantamento com informações sobre o mercado de trabalho feminino na Região Metropolitana de São Paulo também mostrou que a presença das mulheres no mercado de trabalho reduziu em 2013 em realação com o ano anterior.

Já a taxa de participação feminina diminuiu de 56,1%, em 2012, para os atuais 55,1%. Ou seja, para cada cem mulheres em idade ativa, 55 delas participam do mercado de trabalho como ocupadas ou desempregadas.

O comportamento do nível de ocupação das mulheres deveu-se ao desempenho positivo do Comércio, Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas, praticamente anulado pela redução na Indústria, Construção e Serviços.

Segundo o levantamento, a formalização das relações de trabalho com salário segue em ampliação para ambos os sexos, porém, de forma mais intensa entre as mulheres com carteira de trabalho assinada no setor privado, uma vez que houve redução no setor público.

Houve pequeno aumento do rendimento médio real por hora das mulheres (0,8%), enquanto o dos homens diminuiu (-1,3%).

 

Fonte: R7

Compartilhar: