No dia da inauguração, operários correm para aprontar Arena das Dunas

A presidente estará ao lado do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, que ontem ameaçou deixar o estádio de Curitiba, o mais atrasado entre as cidades-sede da Copa, de fora do Mundial

Operários correm para concluir obras da Arena das Dunas na véspera da inauguração com a presidente Dilma. Foto:Divulgação
Operários correm para concluir obras da Arena das Dunas na véspera da inauguração com a presidente Dilma. Foto:Divulgação

A poucas horas da inauguração oficial, a Arena das Dunas, em Natal, ainda passa por obras antes da cerimônia de entrega do estádio, que contará com a presença da presidente Dilma Rousseff, no fim da tarde desta quarta-feira (22).

O cenário no entorno da arena era o de um canteiro de obras hoje de manhã, com ajustes na cobertura do estádio. Na tarde de terça-feira (21), o ritmo de obras era ainda mais intenso, com dezenas de operários trabalhando no local com guindastes para deixar tudo pronto para a visita de Dilma.

A presidente estará ao lado do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, que ontem ameaçou deixar o estádio de Curitiba, o mais atrasado entre as cidades-sede da Copa, de fora do Mundial.

Ontem, do lado de fora da arena de Natal, operários instalavam pisos táteis, faziam ajustes na cobertura e limpavam a área externa. No canteiro em frente ao estádio, alguns homens faziam serviços de jardinagem, cena que se repetiu hoje de manhã. A entrada da reportagem na arena não foi autorizada.

Uma emissora de TV que conseguiu entrar mostrou que, do lado de dentro, as obras estavam mais adiantadas. Operários pintavam a marcação do campo e retiravam os plásticos que protegiam as cadeiras.

À noite, um evento-teste foi realizado. Vizinhos da arena que sofreram com barulho e trânsito durante os mais de dois anos de obras foram convidados para assistir a um show.

O titular da Secopa (Secretaria Estadual para Assuntos Relativos à Copa do Mundo 2014), Demétrio Torres, disse que os operários faziam ontem apenas “pequenos retoques”.

“[O estádio] está pronto para jogo. Está pronto mesmo”, disse o secretário. “A gente, que partiu com o descrédito principalmente de vocês da imprensa do sul [do país], terminou primeiro do que alguns [Estados] que começaram muito antes [as obras]“, afirmou Torres.

As obras em Natal começaram em agosto de 2011 e deveriam ter sido concluídas em dezembro do ano passado, segundo a OAS Arenas, responsável pela obra.

O empreendimento custou R$ 413 milhões e tem capacidade para 42 mil torcedores durante a Copa do Mundo.

A Arena das Dunas receberá as partidas México x Camarões (13/06), Gana x Estados Unidos (16/06), Japão x Grécia (19/06) e Itália x Uruguai (24/06).

A presidente Dilma Rousseff chegará a Natal no final da tarde e deve ficar apenas uma hora e meia na capital do Rio Grande do Norte.

Dilma dará o pontapé inicial e não deve discursar. De Natal, ela segue para Davos, na Suíça, onde participa do Fórum Econômico Mundial.

A cerimônia de inauguração da Arena das Dunas não será aberta ao público. Participarão do ato apenas convidados, jornalistas e operários da obra. A Presidência teme manifestações contra Dilma e a governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Protestos contra os gastos com a Copa do Mundo estão previstos para esta tarde do lado de fora da arena.

Dilma corre o risco de inaugurar o estádio sem o Habite-se, documento emitido pela prefeitura que garante que uma obra seguiu a legislação local.

Na última sexta-feira (17), o Ministério Público do Rio Grande do Norte havia recomendado que a Semurb (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo) não expedisse o documento até que a Arena das Dunas comprovasse o integral cumprimento de regras de acessibilidade.

A reportagem tentou contato com o secretário municipal de Meio Ambiente, Marcelo Toscano, responsável pela expedição do Habite-se, durante toda a tarde de terça-feira, mas não obteve sucesso.

O secretário estadual da Secopa informou que o documento será expedido antes dos jogos inaugurais da arena, previstos para domingo (26). Pela Copa do Nordeste, jogam América-RN e Confiança. Pelo Campeonato Potiguar, enfrentam-se ABC e Alecrim.

Torres disse que, para a emissão do documento, faltam apenas “pequenas coisas de sinalização”, que estão sendo realizadas, segundo o secretário.

Fonte:FSP

Compartilhar:
    Publicidade