Dia da padroeira teve até arrastão na casa paroquial de Santa Cruz

Bandidos renderam o padre e outras pessoas na residência. Cerca de R$ 4 mil foram roubados

10casa

Diego Hervani

Repórter

A cidade de Santa Cruz, na Região Trairí do Rio Grande do Norte, passou 10 dias celebrando Santa Rita de Cássia. Devotos da santa de todo o Brasil lotaram as ruas da cidade durante esse período para o festejo que já é tradicional nessa época do ano. Porém, na noite desta quinta-feira (23), último dia dos festejos, que terminou com uma procissão pelo município, alguns fiéis e até mesmo um padre passaram por uma situação aterrorizante.

Por volta das 23h, uma quadrilha formada por seis homens fortemente armados invadiu a casa paroquial da igreja de Santa Rita de Cássia, que fica localizada na rua Ferreira Chaves, no centro da cidade. De acordo com informações da Polícia Militar, os criminosos agiram no momento em que o padre Vicente Fernandes estava abrindo o portão da residência para se despedir de alguns convidados que estavam no local. Os suspeitos chegaram em um veículo tipo Polo com placas de Parnamirim, três entraram e outro três ficaram na frente da casa observando se a polícia tinha sido chamada. Ainda segundo a PM, o padre sofreu torturas psicológicas para revelar onde estava o dinheiro apurado durante os 10 dias de festa.

10Padre

Assustado com toda a situação, o padre Vicente Fernandes utilizou uma rede social para relatar todo o ocorrido. “Amigos! Ontem à noite, depois de toda a beleza da festa de Santa Rita, eu e mais 15 pessoas vivenciamos uma situação humilhante. Os meus familiares e os de Pe. Jorge e 5 amigos que estavam já se despedindo, na abertura do portão, 6 elementos entraram, nos renderam e nos fizeram reféns. Minutos angustiantes e humilhantes. Levaram todos os nossos pertences, depois nos amarraram e nos amontoaram em um dos quartos da casa. Depois de quase uma hora, fomos libertos pela graça de Deus. Queriam apenas o dinheiro da festa. Mas não tínhamos. Levaram além dos nossos objetos (celulares, relógio, pulseiras, alianças e etc). Também levaram todos os donativos retirados das urnas. Por minha sorte tinha essa parte em casa. Não sei o que seria de mim e dos demais, se não tivesse tido essa quantia em casa. Mas Deus é fiel e com a sua graça tudo deu certo. Santa Rita rogai por mim sempre. Amém”.

De acordo com informações passadas pelos policiais, além dos objetos da casa e das pessoas que estavam na residência, os bandidos ainda levaram a quantia de R$ 4 mil que tinha sido doado no Santuário de Santa Rita de Cássia no dia anterior. Diligências estão sendo feitas pela região na tentativa de encontrar a quadrilha, mas até o momento nenhum dos suspeitos foi achado.

Segundo a PM, apenas na procissão que encerrou as comemorações nesta quinta-feira, cerca de 70 mil pessoas estiveram presentes. A Paróquia de Santa Rita espera que o dinheiro arrecadado durante os festejos seja suficiente para quitar a construção da Casa Paroquial.

Compartilhar:
    Publicidade