Diego Costa dribla polêmica e defende Felipão: “eu seria útil”

Atacante defende que poderia ser o substituto ideal de Fred na seleção brasileira

Atacante nascido no Brasil estreará pela Espanha contra a Itália. Foto:Divulgação
Atacante nascido no Brasil estreará pela Espanha contra a Itália. Foto:Divulgação

Prestes a estrear pela seleção espanhola, o atacante Diego Costa mostrou respeito ao tratar da polêmica que protagonizou ao preterir a Seleção Brasileira para defender a atual campeã mundial. Lembrando que chegou a ser convocado por Luiz Felipe Scolari, o jogador defende o técnico de tentar impedi-lo de defender a Espanha.

“Creio que se ele me convocou foi porque achava que eu poderia ser muito útil. Não creio que foi para que eu não pudesse defender a seleção espanhola”, analisa o centroavante em entrevista para ao Canal+, revelando na sequência que, durante a difícil escolha, pediu ao técnico Vicente Del Bosque que conversasse com os jogadores espanhóis para ter direito de fazer parte do elenco.

“Disse ao Del Bosque que não queria chegar aqui e deixar as pessoas incomodadas, chateadas, porque eles são os melhores. Antes de qualquer coisa, o grupo devia decidir”, afirma. “Se não estivesse tudo bem, não poderia render o máximo. Se eles viram que eu poderia ser importante com a seleção que têm, é um privilégio. Me senti muito importante, foi uma das coisas que mais dei valor, me senti muito querido”, completa Diego Costa.

O centroavante deve entrar em campo pela Espanha às 18h (de Brasília) desta quarta-feira, em um palco já muito conhecido por ele: o Estádio Vicente Calderón, casa de seu clube, o Atlético de Madrid. A adversária será a Itália.

Fonte:Terra

Compartilhar: