Dilma cobra apoio internacional ao Brasil no Haiti

Presidente está na reunião de cúpula União Europeia-Brasil, em Bruxelas

Dilma fala à imprensa na VII Cúpula Brasil-União Europeia. Foto:  Roberto Stuckert Filho/PR
Dilma fala à imprensa na VII Cúpula Brasil-União Europeia. Foto:
Roberto Stuckert Filho/PR

A presidente Dilma Rousseff cobrou uma posição de outros países na questão do apoio à permanência da força de paz do Brasil no Haiti, nesta segunda-feira (24). “Precisa haver um engajamento das outras nações com relação ao investimento e a busca da paz na naquela região”, afirmou, falando da situação para além do cenário econômico abordada na reunião de cúpula União Europeia-Brasil, em Bruxelas.

Dilma afirmou que o mundo tem um grande desafio pela frente, o de procurar a redução dos conflitos e ajudar na construção e busca pela paz. “Acredito que há convergência da nossa visão e da União Europeia sobre esse desafio”, disse, citando os conflitos na República Centro-Africana, no Mali e em Guiné-Bissau.

Lembrou também da situação vivida pela Síria e a necessidade de avançar na resolução dos problemas internos. Não esqueceu do problema entre Israel e Palestina: “Queremos que haja no Oriente Médio o reconhecimento da questão Israel-Palestina”, afirmou. Para a presidente, esse reconhecimento é fundamental para se conseguir a paz na região.

 

Fonte: Estadão / R7

Compartilhar:
    Publicidade