Dilma confirma reforma ministerial e sinaliza manutenção de Mantega

​A troca na Esplanada já era esperada e deverá ser mais volumosa

Dilma costumava dizer, nos anos anteriores, que poderia fazer mudanças pontuais na Esplanada. Foto: Divulgação
Dilma costumava dizer, nos anos anteriores, que poderia fazer mudanças pontuais na Esplanada. Foto: Divulgação

Em gesto inédito durante sua gestão, a presidente Dilma Rousseff confirmou nesta quarta-feira que fará uma reforma ministerial nos próximos meses. Arredia ao tema, Dilma costumava dizer, nos anos anteriores, que poderia fazer mudanças pontuais na Esplanada. “Eu vou fazer uma reforma ministerial. Pretendo fazê-la da metade de janeiro até o Carnaval”, disse a presidente, durante café da manhã de fim de ano com jornalistas.

​A troca na Esplanada já era esperada e deverá ser mais volumosa porque parte dos ministros vai concorrer a cargos eletivos no pleito de 2014. É o caso, por exemplo, dos ministros Alexandre Padilha (Saúde) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil), que são pré-candidatos aos governos de São Paulo e Paraná, respectivamente.

Apesar de ter feito declarações recentes que desagradaram à presidente, como ter dito que a economia brasileira anda com “pernas mancas”, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, deverá se manter no posto. “Pela 20ª ou 30ª vez, reitero que ele está perfeitamente no lugar onde ele está”, afirmou Dilma.

 

Fonte: Terra

Compartilhar: