Dilma destaca a celebração de Natal com catadores em SP no Twitter

Segundo ela, o Natal com os catadores e os moradores de rua é sempre emocionante

A presidente também vai participar durante o evento da premiação de cidades com boas práticas de coleta seletiva e reciclagem. Foto: Divulgação
A presidente também vai participar durante o evento da premiação de cidades com boas práticas de coleta seletiva e reciclagem. Foto: Divulgação

A presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou nesta quinta-feira (19), em sua conta no Twitter, que celebrar o Natal com os catadores e moradores de rua é uma maneira de mostrar o compromisso do governo com todos os brasileiros.

Dilma vai participar da Expocatadores, uma feira realizada pelo Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis e pela Associação Nacional de Carroceiros e Catadores de Materiais Recicláveis, que acontece nesta quinta em São Paulo.

“O presidente Lula iniciou uma tradição, que eu mantenho, de celebrar o Natal com os catadores e moradores de rua. É uma oportunidade para lembrar que o nosso governo tem compromisso com todos os brasileiros e brasileiras”, disse no microblog.

Segundo ela, o Natal com os catadores e os moradores de rua é sempre emocionante.

Dilma ainda destacou que todos os moradores de rua têm direito ao Bolsa Família e acesso aos centros de assistência social para a população de rua.

A presidente também vai participar durante o evento da premiação de cidades com boas práticas de coleta seletiva e reciclagem. Os municípios de Arroio Grande (RS), Bonito de Santa Fé (PB), Crateús (CE) e Ourinhos (SP) foram os vencedores do prêmio.

“Visitarei a Expocatadores. Imagine vocês, uma feira de catadores em pleno Anhembi, espaço privilegiado para exposições internacionais. Participo também do Prêmio Cidade Pró-Catador, de boas práticas de inclusão dos catadores”, disse Dilma em sua conta do Twitter.

Dilma termina seu comentário no microblog afirmando que a cerimônia “reafirma que o Estado brasileiro trabalha para todos, criando condições para que todos tenham direito a oportunidades”.

 

Fonte: Uol

Compartilhar: