Divulgado o resultado do processo seletivo mais concorrido da UFRN

Augusto Galvão e Letícia Góes foram os primeiros colocados em Medicina

Carolina Souza
acw.souza@gmail.com

Com apenas 18 anos, o estudante Augusto Galvão conquistou o primeiro lugar na classificação geral do processo seletivo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O resultado foi divulgado nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (13), através da chamada dos aprovados na primeira edição de 2014 do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Aluno de pré-vestibular do colégio Ciências Aplicadas, Augusto garantiu a primeira vaga no curso de Medicina, considerado o mais concorrido em toda a história da instituição.

O estudante contou que se sentiu surpreso com o resultado, devido esta ter sido sua primeira tentativa de ingressar na UFRN. Segundo ele, a notícia da aprovação foi dada por telefone. “Eu estava dormindo quando me ligaram para dizer eu tinha sido aprovado. Em poucos minutos, a diretoria da escola veio à minha casa para me buscar e começar as comemorações. Primeiro lugar. Parece que ainda não caiu a ficha”, disse.
Augusto Galvão revelou que sempre foi muito dedicado aos estudos.

“Sempre mantive o foco necessário e a responsabilidade para continuar estudando no mesmo ritmo. Em nenhum momento me desanimei diante da rotina pesada de estudos, mas para superar isso eu contei muito com o apoio da minha família e da escola. Eles sempre me deram a educação e a atenção que precisei para chegar até aqui”, afirmou.

“Não tenho como comparar esse sentimento a nada. Nunca tinha feito vestibular. Passar na primeira tentativa, e em primeiro lugar, é sem dúvidas uma emoção indescritível”, disse emocionado. “Além de todos os amigos e professores que sempre estiveram ao meu lado, dedico essa aprovação à minha mãe, que hoje está se recuperando de uma cirurgia e não pode comemorar conosco. Qualquer homenagem é insuficiente. Todo amor, respeito e gratidão que eu possa prestar vai para ela”.

Geomar Brito de Medeiro, pai de Augusto, também não escondeu a felicidade de enxergar o talento do filho através da aprovação em Medicina. “Desde muito cedo ele tinha decidido ser médico e nós, sua família, sempre fizemos por onde ele alcançar essa conquista. Todos os dias, às 5h45, eu já estava de pé para levar ele e os irmãos ao colégio. Hoje tivemos essa alegria sem tamanho”, destacou Geomar.

Logo atrás de Augusto Galvão na classificação para o curso de Medicina vem a jovem estudante Letícia Góes, 20, que também concluiu os estudos no colégio Ciências Aplicadas. Já universitária, ela conta que resolveu abandonar o curso de Ciências e Tecnologia para tentar uma vaga em Medicina.

“Quando fiz o pré-vestibular, com 17 anos, eu estava muito confusa quanto à escolha do curso. Depois de muitas pesquisas, optei por um curso na área das Engenharias devido às diversas áreas de atuação no mercado de trabalho. Cheguei a cursar até o 5º período, mas vi que não era o que eu queria e resolvi testar o Enem, com pretensão para Medicina. Hoje eu posso dizer que estou muito satisfeita com meu resultado”, disse, ela que tirou 812 pontos no Enem, enquanto Augusto foi classificado com 817,40 pontos.

 

Professor destaca concorrência nacional

Com o fim do vestibular tradicional da UFRN e a novo modelo do processo seletivo, através das notas do Enem e do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), o professor e diretor do colégio Ciências Aplicadas, Alexandre Pinto, destacou o aumento da concorrência nacional pelos cursos de graduação nas universidades federais.

“A UFRN foi uma das universidades mais disputadas neste ano. Porém, a aprovação de estudantes como Augusto e Letícia prova que o Rio Grande do Norte tem alunos com competência para segurar suas vagas mesmo diante da ampla concorrência nacional. A dedicação da família e dos professores também é um grande fator que influencia nesse resultado”, disse.

Além dessas duas aprovações, Alexandre comemora outros oito nomes da escola que também tiveram sucesso no curso de Medicina. “A nossa equipe está em festa. Tivemos dez aprovações em Medicina, das 31 vagas disponíveis. Dessas dez, cinco são alunos que terminaram o pré-vestibular no ano passado”, comentou.

Para o professor, uma série de fatores destaca a qualidade da metodologia trabalhada em sala de aula. “Se o aluno estiver em uma escola com a metodologia e treinamento adequado, certamente ele terá condições de conquistar uma vaga na UFRN ou em outra universidade pretendida. Nós trabalhamos com o compromisso da interdisciplinaridade real. Professores de diversas disciplinas atuando ao mesmo tempo, como estabelece o perfil do Enem”, afirmou.

Letícia decidiu largar o curso que fazia e tentar Medicina. Foi aprovada em 2º lugar; Aos 18 anos, essa foi a primeira vez que Augusto se submeteu ao Enem e ao SiSU. Foto:
Letícia decidiu largar o curso que fazia e tentar Medicina. Foi aprovada em 2º lugar; Aos 18 anos, essa foi a primeira vez que Augusto se submeteu ao Enem e ao SiSU. Foto:

 

UFRN registra mais de 80 mil inscrições

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte registrou 80.476 inscrições de 54.377 candidatos na edição de 2014.1 do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) do Ministério da Educação (MEC). A UFRN ofertou um total de 4.309 vagas, em 88 cursos de diversas áreas do conhecimento, nos campi de Natal, Currais Novos, Macaíba, Caicó e Santa Cruz.

Para os aprovados nessa primeira chamada, a matrícula deverá ser efetuada das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h, nos dias 17, 20 e 21 de janeiro, no prédio anexo ao Departamento de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DDRH) da UFRN, localizado próximo à Praça Cívica do Campus Natal.

Os alunos que cursarão suas graduações em Caicó, Currais Novos e Santa Cruz deverão se dirigir das 8h às 11h e das 14h às 17h, nos dias 20 e 21 de janeiro, ao Centro Regional de Ensino Superior do Seridó (CERES), nos campi de Caicó e Currais Novos, e à Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (FACISA), em Santa Cruz, respectivamente.

A segunda chamada do SiSU para as vagas no segundo semestre será divulgada no dia 27 de janeiro, e a matrícula deverá ser feita nos dias 31 de janeiro e 3 e 4 de fevereiro. Os candidatos que não forem convocados nas duas chamadas terão entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro para manifestar interesse em participar da lista de espera, usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas que ainda estiverem abertas.

 

 

Compartilhar:
    Publicidade