Dono de lanchonete é morto com dois tiros após discussão por cerveja

Na hora de fechar o estabelecimento, cliente teria pedido a bebida, que foi recusada. Houve briga e o comerciante foi atingido com dois tiros no rosto

Após ter pedido recusado, cliente mata dono do bar. Foto:Divulgação
Após ter pedido recusado, cliente mata dono do bar. Foto:Divulgação

O dono de uma lanchonete foi assassinado na madrugada deste domingo, em Moema, zona sul da capital paulista, depois de uma discussão com um cliente. De acordo com testemunhas, era mais de 2h da madrugada quando o Ponto do Café era fechado pelo proprietário, Gilval de Silva Lima, 35 anos. A lanchonete fica na alameda Iraé.

Nesse momento, um suposto cliente teria se apresentado, pedindo uma cerveja. Ele insistia na compra da bebida, que foi recusada. Então, o rapaz pediu o dinheiro do dono do estabelecimento.

Segundo as testemunhas informaram a polícia, começou a discussão. O agressor chegou a empurrar uma testemunha e chutar outra. Foi quando levou um tapa do proprietário do estabelecimento.

Na confusão, o homem tirou uma arma da cintura e atirou duas vezes contra o rosto de Lima. Depois disso, o homem teria saído correndo e entrado em um Corsa preto, que aguardava a cerca de 150 metros do local. A vítima foi socorrida, levada para o pronto-socorro do hospital São Paulo, onde morreu.

Fonte:Terra

Compartilhar:
    Publicidade