Duas mulheres pulam de prédio para não serem esfaqueadas por marido

Vítimas sofreram várias fraturas, foram atendidas e passam bem

Um das vítimas foi levada ao Hospital Regional de Taguatinga, com ferimentos na mão e no pé. Foto:Divulgação
Um das vítimas foi levada ao Hospital Regional de Taguatinga, com ferimentos na mão e no pé. Foto:Divulgação

Duas mulheres, de 29 e 21 anos, pularam do segundo andar de um prédio no Vicente Pires (DF) na madrugada desta segunda-feira (17) para escapar do ataque de fúria de um homem que, segundo a Ciade (Central Integrada de Atendimento e Despacho), seria marido de uma delas. O agressor teria ameaçado as vítimas com uma faca após uma briga familiar.

A confusão aconteceu por volta das 4h na rua 4-A, módulo 16, próximo à Feira do Produtor. Segundo informações do major Euclides Cunha, da Ciade, as mulheres estariam alcoolizadas e pularam para evitar um mal maior.

“Elas caíram de aproximadamente sete metros de altura. O marido de uma delas queria esfaquear as duas”.

Homens do Corpo de Bombeiros foram acionados e prestaram os primeiros socorros no local. Uma das mulheres fraturou a mão esquerda, o polegar e o tornozelo. Ela foi encaminhada, consciente, ao HRT (Hospital Regional de Taguatinga).

A outra vítima teve fraturas nas duas pernas e ficou em estado mais grave, mas foi levada de ambulância ao Hospital de Base sem risco de morte.

A Divisão de Comunicação Social da PCDF (Polícia Civil do DF) disse que o caso está registrado na 38ª DP (Vicente Pires).

Fonte:R7

Compartilhar:
    Publicidade