Durante campanha eleitoral, deputados vão trabalhar apenas quatro dias

Em agosto e setembro estão previstas apenas quatro sessões deliberativas

Plenário da Câmara vazia em dia de sessão não-deliberativa. Foto: Divulgação
Plenário da Câmara vazia em dia de sessão não-deliberativa. Foto: Divulgação

Em plena campanha eleitoral, entre agosto e setembro, os deputados trabalharão apenas quatro dias. Os líderes dos partidos acabaram de definir o calendário de trabalho na Câmara dos Deputados e decidiram que neste meses acontecerão apenas quatro sessões deliberativas, que precisam dar quórum e marcar presença.

Depois, somente depois das eleições, em 5 de outubro, os deputados retornam à normalidade. Em agosto, haverá sessões nos dias 5 e 6 e em setembro, nos dias 2 e 3. Até o início do recesso, em 18 de julho, a Câmara funcionará normalmente.

No mês de junho, devido a Copa do Mundo, a Câmara já havia reduzido a quantidade de votações. Até o calendário ‘light’, que previa 18 sessões deliberativas no período, foi abandonado. Apesar dos dias reduzidos de trabalho, os 513 deputados receberam seus vencimentos mensais integralmente.

Fonte: O Globo

Compartilhar: