DÚVIDA

A pressão feita pelos grupos de Robinson Faria e Fátima Bezerra para conquistar o apoio do prefeito Carlos Eduardo, ainda…

A pressão feita pelos grupos de Robinson Faria e Fátima Bezerra para conquistar o apoio do prefeito Carlos Eduardo, ainda não resultou em nada concreto. Por uma questão simples: Carlos Eduardo só decide depois que Henrique Alves anunciar se será ou não candidato a governador.

DECISÃO

Caso Henrique seja candidato a governador, Carlos Eduardo atende a emocional apelo familiar e anuncia apoio ao PMDB, mesmo contrariando a presidente Dilma. Caso contrário, o filho de Agnelo veste a camisa da chapa Robinson e Fátima e vai se empenhar para eleger seus aliados.

FAMÍLIA

A parte da família do prefeito Carlos Eduardo que está no PMDB trabalhou para derrota-lo em três oportunidades: para prefeito em 2004, o PMDB ficou com Luiz Almir contra Carlos Eduardo; para governador, em 2010, o PMDB se dividiu contra Carlos Eduardo; Henrique ficou com Iberê e Garibaldi ficou com Rosalba e para prefeito em 2012, o PMDB familiar unido apoiou Hermano Morais contra Carlos Eduardo.

FAMÍLIA II

Em 2014, a família Alves quer retomar a unidade política. Henrique deseja ser candidato a governador; pediu a Garibaldi que convencesse Agnelo Alves a apoiar, juntamente com Carlos Eduardo, a candidatura do PMDB. Henrique ofereceu a Garibaldi suas bases para Walter Alves ser o federal da família e do PMDB; Garibaldi fez o apelo familiar a Agnelo, que o transmitiu ao filho Carlos Eduardo.

CONSEQUÊNCIA

Caso Henrique seja candidato, vença a eleição e assuma como governador do RN, Carlos Eduardo passa a ser seu liderado, assim como Garibaldi Filho e os demais integrantes da família Alves. Em caso de derrota, Henrique fica sem mandato e vai se submeter a Garibaldi, Waltinho e Carlos Eduardo.

BACURAU

O leitor José Ricardo Gurgel, manda e-mail: “Sr. Jornalista. A lógica prevaleceu. Henrique Alves será nosso candidato, eu e minha família somos Bacuraus a 40 anos. Teremos dois embates de idéias, propostas e sem radicalismo /ataques/ baixarias, todos eles são amigo (a)s entre Henrique e Robson para governo e Vilma e Fátima para Senado. É o RN amadurecendo”.

BACURAU II

Segue o e-mail do leitor: “Nem o garibaldista (esse tropa de choque) Cid Montenegro é um grande líder político e nem esse JH um jornal do potencial da Folha/sp ou O Globo para terem poder de decisão, jamais. Entretanto uma matéria de Cid que é fiel eleitor de Henrique nesse JH, sobre a necessidade da sua candidatura foi muito comentada no PMDB, na rua e nos bastidores. Todo mundo leu, comentou e concordou, com raras exceções. É só fazer uma pesquisa. Parabéns JH pela sua força, popularidade e independência, e a Cid que disse o que todo pmdbista queria dizer e não tinha coragem”.

Compartilhar:
    Publicidade