E os funcionários?

A situação no ABC anda tão complicada que até a lista de dispensas surpreendeu o torcedor. Todo mundo sabia que…

A situação no ABC anda tão complicada que até a lista de dispensas surpreendeu o torcedor. Todo mundo sabia que as rescisões de Rayro, Felipe Hereda, Maicon Talhetti e Dimas eram uma questão de tempo, mas Júnior Xuxa e Beto ninguém esperava. Talvez Roberto Fernandes tenha cansado de esperar pela volta do bom futebol dos dois jogadores, pois são atletas com potencial e qualidade de nível de Série B. Só que o ABC não pode ficar dispensando atleta antes de contratar. O mercado de jogadores anda restrito, está cada vez mais difícil de encontrar um bom camisa 10 e um atacante com as características de Beto, nem se fala. Ferdinando Teixeira está fazendo uma peregrinação pela região Sudeste desde o início da semana e como a pressa costuma ser a inimiga da perfeição, tudo indica que dificilmente encontrará jogadores de qualidade à disposição. Exceto se o clube tiver bala na agulha pra queimar, mas antes de qualquer contratação, o clube deveria honrar com os salários atrasados dos funcionários.

 

E o novo Machadinho?

Uma situação que incomoda a todos é sobre o legado da Copa do Mundo para a prefeitura do Natal, que cedeu um terreno avaliado em R$ 340 milhões para a construção da Arena das Dunas e não recebeu nada em troca. Ficamos sem o Machadinho e o estádio prometido na Zona Norte. Isso que dá fazer contratos às pressas.

 

Arbitragem

Quem apita o clássico entre Alecrim e América, amanhã, no Ninho do Periquito é Suélson Diogenes. Os assistentes serão Luiz Carlos Câmara Bezerra e Leandro Lincoln Santos Neves. O quarto árbitro será Moisés Estevão de Moura, e o delegado Francisco Assis de Lima.

 

Sorte

Está tudo dando certo para o América na Copa do Nordeste. Até no sorteio o clube deu sorte. A decisão da semifinal em Natal é meio caminho para chegar à grande final. A outra metade da classificação precisa ser conquistada no Ceará com um empate ou até uma derrota, mas pelo placar mínimo para não matar o torcedor do coração.

 

Ele voltou

O goleiro Bruno fechou contrato com o Montes Claros por cinco temporadas. Mas o jogador terá também que conseguir a transferência para o Presídio Regional de Montes Claros. O advogado do jogador, Francisco Simin, garantiu que já foi encaminhado um ofício à Justiça, a fim de solicitar a mudança e a decisão está na mãos do juiz da Vara de Execuções Criminais.Conforme a lei, Bruno pode exercer a profissão mesmo estando em regime fechado, contanto que seja escoltado.

 

foco é o título

O goleiro do Alecrim, Danilo, esteve ontem no programa Nova Esportes RN, Canal 25 da NET, e disse que o grupo está focado na conquista do título. “O nosso objetivo é fazer com que o Alecrim volte a ser o grande clube do passado e o título do primeiro turno será fundamental para chegar a grande final”, disse Danilo.

Compartilhar: