Ecstasy é muito mais letal em ambientes quentes, diz estudo

Lugares quentes, como baladas e festas, deixam a droga mais perigosa, mesmo em doses baixas

Droga era considerada segura em doses baixas, mas pode ser letal em ambientes com temperatura elevada, como danceterias. Foto: Divulgação
Droga era considerada segura em doses baixas, mas pode ser letal em ambientes com temperatura elevada, como danceterias. Foto: Divulgação

Pesquisadores norte-americanos descobriram que doses de ecstasy que não seriam letais em temperaturas mais baixas podem matar se forem consumidas em ambientes quentes e lotados, como baladas e festas.

Segundo o Daily Mail, os especialistas do National Institute of Health afirmam que algumas pessoas acreditam que o ecstasy não é perigoso se consumido em doses baixas. Mas, segundo as conclusões do novo estudo, isso não é verdade em ambientes com temperatura elevada.

“Nós já sabíamos que uma dose alta de MDMA pode aumentar repentinamente a temperatura corporal, potencialmente levando à falência dos órgãos e até a morte”, disse Nora Volkow, uma das responsáveis pela pesquisa.

“Mas esse estudo atual apresenta a possibilidade de mesmo as doses controladas serem letais em certas condições.”

Os pesquisadores disseram ainda que ainda não é possível prever quem terá uma reação adversa com uma dose pequena de ecstasy.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade