Efeito Marina – Danilo Sá

Apesar dos primeiros números publicados, as novas pesquisas de intenção de voto ainda não são capazes de registrar o tamanho…

Apesar dos primeiros números publicados, as novas pesquisas de intenção de voto ainda não são capazes de registrar o tamanho do efeito Marina Silva no atual processo eleitoral. Primeiro, é preciso esperar que a comoção popular com a morte de Eduardo Campos diminua, o que ocorrerá com o tempo e o decorrer da campanha. Mas, algumas conclusões já são possíveis, e ficaram escancaradas com o levantamento publicado pelo Instituto Datafolha.

Com Marina Silva no jogo, o segundo turno é certo. Pior para a presidente Dilma Rousseff, que ainda cultivava a esperança de uma vitória gloriosa com apenas uma disputa. Como o esperado, a nova candidata do PSB já parte com cerca de 20%, índice que teve em 2010 e que já demonstrava possuir ainda no início do ano, quando lutava para registrar o seu Rede Sustentabilidade.

Outro ponto a ser levado em consideração é que, por uma incrível ironia do destino, motivada pela tragédia com o ex-governador de Pernambuco, Marina entra no jogo mesmo tendo sido praticamente impedida por clara ação do governo federal. Foi, sim, o PT e seus líderes que agiram para evitar a criação da nova legenda da ex-senadora, o que assustava desde o início a reeleição da presidente.

Agora, se em 2010 se criou uma dúvida sobre o apoio de Marina no segundo turno, este ano ela ainda há, mas só com relação a Aécio Neves. Dificilmente a pessebista subirá no palanque dos que fizeram de tudo para tirá-la do jogo. Ou seja, é pedir voto para o senador do PSDB ou ficar neutra, como no passado. Além disso, ainda há a possibilidade real da nova líder do PSB ultrapassar o tucano e ela ir ao segundo turno.

Com Marina no segundo turno, aí não há o que discutir. Naturalmente o PSDB seguirá em peso para o seu lado, dificultando talvez fatalmente a reeleição da candidata do PT. De certa forma, Dilma hoje está em um beco sem saída, e de resultado imprevisível.

 

REUNIÃO I

A Secretaria Estadual de Segurança Pública tem ganhado um novo apelido pelas redações de jornais da cidade. É a secretaria das reuniões. Quem quiser se reunir com alguém, basta aparecer por lá. Quando não é o próprio secretário que comanda a reunião, é algum subsecretário, o comandante da PM, coronel Araújo Silva, ou algum delegado da Polícia Civil.

REUNIÃO II

E, enquanto a cúpula da segurança pública se reúne, a bandidagem continua agindo livremente pelas ruas da cidade. O assassinato de um motorista de ônibus é inaceitável em qualquer sociedade minimamente sensata. No RN, já é tão comum o crime vencer que a semana começou quase sem lembranças da última vítima. A hora de conversar já passou faz tempo. É preciso agir.

ESQUENTA

Aos poucos a campanha política começa a esquentar, principalmente no interior do Estado. Em Natal, como já é tradição, a maior parte do eleitorado só perceberá que a disputa começou a partir de amanhã, quando entram no ar os primeiros programas eleitorais. Expectaiva é para saber se os ataques entre os principais candidatos já será desde o primeiro dia ou não.

PASSE LIVRE

A Prefeitura de Natal se reuniu nesta manhã desta segunda-feira (18), no Palácio Felipe Camarão, com representantes do Seturn, com a finalidade de discutir a implementação do Passe Livre. No encontro, ficou acertado que caberá ao Seturn a aquisição de um software, bem como o levantamento de custos, cotação, aquisição, entrega e instalação dos validadores em 72 unidades escolares do município.

GIRA MUNDO

Segundo a coluna Painel da Folha de São Paulo de hoje, a cúpula do PSDB já começou a traçar uma nova estratégia para duelar com Marina Silva pela vaga no segundo turno, contra Dilma Rousseff. O tucano não deverá fazer críticas diretas, até para não atrair a rejeição de quem foi atingido pela comoção com a morte de Eduardo Campos. A ideia é investir na sua experiência administrativa, diferencial que possui com relação a ex-senadora. É a luta.

APAGÃO I

O líder comunitário Juracir Batista entra em contato com este colunista para relatar problema de iluminação pública na Travessa Lino Teixeira, na Cidade da Esperança, próximo a Igreja Católica. Após um defeito na fiação, já solucionado pela COSERN, falta a SEMSUR fazer sua parte e substituir as lâmpadas queimadas. “Já existem assaltos com iluminação, imagine sem”.

APAGÃO II

Por falar em iluminação pública, são muitas as reclamações também dos moradores de Capim Macio. Em meio aos muitos postes apagados, há ruas totalmente entregues a escuridão. Como a região é bastante visada pelos bandidos, os criminosos estão fazendo a festa. Um exemplo é na Rua Valter Fernandes. Com a palavra a Semsur, o povo pede socorro.

LIQUIDA 2014

O jornalista Alexandre Garcia estará em Natal nesta quinta-feira, 21, na Escola de Governo, no Centro Administrativo, para proferir palestra de abertura da Liquida Natal 2014. Com o tema “O Brasil de Hoje e amanhã”, Alexandre Garcia é o convidado da CDL Natal para dar o start da 13ª edição do evento, a maior promoção já realizada na capital potiguar.

DESCASO

Leitor deste bravo JH liga para a redação e denuncia a demora para concluir o calçamento da via que liga o Guarapes ao Planalto. Antes, a demora era motivada pelo projeto de esgotamento, que já foi encerrado. Depois, disseram que começaria logo após o término das chuvas, o que também já passou. Enquanto isso, a via está totalmente intransitável e os moradores sem saber a quem recorrer.

Compartilhar: