Em amistoso, Di María dá show e Argentina bate Alemanha na revanche

Mesmo sem Messi, sul-americanos levam a melhor na reedição da final da Copa

esporte-futebol-alemanha-argentina-20140903-22-size-598

Alemanha e Argentina voltaram a se encontrar um mês e meio depois da vitória dos europeus na final da Copa do Mundo, no Maracanã. Desta vez, no entanto, a Argentina acertou a pontaria e venceu até com certa tranquilidade, por 4 a 2, em amistoso na cidade alemã de Düsseldorf, nesta quarta-feira. O jogo marcou a estreia do técnico Gerardo Martino no comando da seleção argentina, que teve em Ángel Di María seu principal destaque. Na ausência de Lionel Messi, machucado, o meia recém-contratado pelo Manchester United assumiu a responsabilidade de comandar a equipe e foi o melhor do jogo: numa atuação memorável, deu três assistências e ainda marcou um golaço.

Ambas as equipes estavam bastante modificadas em relação aos times que iniciaram a decisão no Rio de Janeiro. Do lado alemão, Phillip Lahm e Miroslav Klose, que se aposentaram da seleção, e Bastian Schweinsteiger, lesionado, foram os principais desfalques. Já a Argentina não podia contar com Messi, mas teve um setor ofensivo inspirado. Sergio Aguero marcou o primeiro aos 21 minutos de jogo, ao completar lindo passe de Di María. O jovem Erik Lamela ampliou, aos 40, com uma finalização no ângulo de Neuer, após nova assistência do camisa 7, que há tempos já tem sido o segundo mais importante jogador da Argentina, logo abaixo de Messi.

A Argentina continuou atacando no segundo tempo. O zagueiro Federico Fernández fez 3 a 0 no segundo minuto da etapa final e Di María anotou o quarto aos cinco minutos. O craque do United deu uma bela arrancada e venceu o goleiro Weidenfeller, que entrou no intervalo, com um bonito toque por cobertura. A goleada em casa passou a incomodar a Alemanha, que descontou dois minutos depois, com Andre Schürrle, aproveitando sobra na área. No fim, Mario Götze, autor do gol do título da Alemanha no Maracanã, diminuiu a diferença com um chute que desviou na zaga. No próximo domingo, a Alemanha terá que jogar de forma mais concentrada diante da Escócia, no primeiro jogo das Eliminatórias para a Eurocopa da França, em 2016.

 

 

Fonte: Veja

Compartilhar: