EM CIMA DO MURO

Que o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, do PDT, não será candidato neste ano, os leitores d’O Jornal de…

Que o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, do PDT, não será candidato neste ano, os leitores d’O Jornal de Hoje já sabem há tempos. Ele já afirmou isso por diversas oportunidades nessas páginas. A dúvida (e essa nem ele sabe ainda) é se apoiará Wilma de Faria, do PSB; Fátima Bezerra, do PT; ou Robinson Faria, do PSD, nas eleições do próximo ano. O prefeito de Natal tem compromissos com os três.

MURO II
Segundo Wilma, Carlos Eduardo assumiu com ela o compromisso de apoiá-la quando ela abriu mão da candidatura à Prefeitura de Natal, em 2012, para ficar como vice dele na chapa. Fátima, por sua vez, tem estado ao lado dele desde o início da gestão e, inclusive, seria a responsável por levar parte do PT para a gestão municipal. Robinson foi o primeiro aliado que Carlos Eduardo teve na campanha do ano retrasado e a quem o prefeito também deve apoio. No cenário atual, Carlos apoiaria Wilma para o Senado e Robinson para o Governo. Fátima sobraria.

MURO III
Porém, como Wilma ainda pode ir para o Governo, Carlos Eduardo não pode lançar o apoio oficial ao pré-candidato Robinson Faria. Além disso, mesmo que ela vá para o Senado, se fizer isso com o apoio do PMDB, como está mais próximo de acontecer, o prefeito de Natal terá que desistir de vez de Robinson Faria.

FATO NOVO
Por sinal, é justamente isso que o pai do prefeito Carlos Eduardo, Agnelo Alves, antecipa nessa entrevista acima. O cenário está, praticamente, fechado. Wilma vai para o Senado com o apoio do PMDB que, por sua vez, lança o nome para o Governo. Fernando Bezerra, conforme as lideranças partidárias já estão defendendo.

MUNDO POLÍTICO
O curioso aí – e que faz muita gente ter aversão a política – é o fato de há um ano o prefeito Carlos Eduardo e o PMDB estarem de lados completamente opostos, trocando farpas. Agora, o chefe do Executivo já desiste do aliado Robinson para apoiar os candidatos dos primos Alves.

DEFINIDO
Sem ser muito claro e direto, o prefeito interino de Mossoró, Francisco José Júnior, do PSD, já começa a mostrar um lado bem definido para a campanha eleitoral: a oposição a gestão Cláudia Regina. O atual chefe do Executivo tem aproveitado oportunidades para falar da crise financeira que abala os cofres públicos e dizer como está trabalhando para conter os gastos. Linha difícil, sobretudo, se o prefeito voltar a ser vereador. Qual será então a relação dele com a prefeita?

POSITIVO
A Codern comemorou mais um resultado positivo no balanço das exportações de 2013 realizadas pelo Porto de Natal. Após anunciar um incremento de 23% nos embarques de sal pelo Porto-Ilha de Areia Branca, que também é administrado pela Codern, agora o crescimento veio por conta das exportações de frutas. No período registrado entre 2011 e 2013 a Companhia Docas conseguiu mais do que dobrar o volume de frutas escoado pelo Porto de Natal, com crescimento de mais de 100% no período.

CRESCIMENTO
Em 2011 a Codern registrou um volume de 83.222 toneladas de frutas escoadas pelo Porto de Natal. Já em 2012 o valor subiu para 154.358 toneladas, o que resultou em um aumento de 85% nas exportações entre os dois anos. No último balanço realizado pela Companhia, os dados atualizados da movimentação de frutas de 2013 (de janeiro a novembro) registraram o volume de 168.701 toneladas, o que equivale a um aumento de 26% em relação ao mesmo período de 2012 (janeiro a novembro) e 103% em relação a todo o ano de 2011.

Compartilhar:
    Publicidade