Em TV, Adriano diz que “mudou de verdade” e elogia Prandelli

Adriano está sem clube desde 11 de abril, diante da eliminação do Atlético-PR na Copa Libertadores da América

Entre 2002 e 2004, Adriano atuou pelo Parma (foto) sob comando de Cesare Prandelli. Foto: Diuvlgação
Entre 2002 e 2004, Adriano atuou pelo Parma (foto) sob comando de Cesare Prandelli. Foto: Diuvlgação

Em entrevista à TV italiana Sky Sports, o atacante Adriano afirmou ter mudado “de verdade”, e que pode demonstrar a clubes e torcedores tal mudança.

Adriano está sem clube desde 11 de abril, diante da eliminação do Atlético-PR na Copa Libertadores da América. Aos 32 anos, ainda tem destino incerto.

Ídolo na Inter de Milão, onde jogou entre 2001 e 2009 (com passagens por Parma e Fiorentina neste intervalo), o atacante se disse “muito triste” com a saída do presidente Massimo Moratti. Em setembro de 2013, o dirigente vendeu as ações majoritárias do clube para o empresário indonésio Erick Thohir, atual mandatário interista.

“(Moratti) é uma figura importante no clube”, declarou. “Como disse, é meu segundo pai, que me deu a experiência, a esperança de me tornar um grande jogador”, acrescentou.

Adriano ainda lembrou o período no qual atuou pelo Parma, entre 2002 e 2004. Na ocasião, trabalhou com o técnico Cesare Prandelli, atual treinador da Itália.

“(Prandelli) me ensinou tudo como treinador, como homem. Sou muito grato”, disse o atacante, que torce pelo sucesso do técnico italiano na Copa do Mundo. “Que faça um belo Mundial. Não vou torcer para que vença”, brincou.

Ainda disposto a jogar por grandes clubes, o atacante insinuou um desejo de atuar no futebol italiano. “Todos sabem que a Itália é minha segunda casa. Eu sempre disso isso”, assegurou.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade