Em vantagem, Real Madrid visita Bayern para tentar voltar à final após 14 anos

Clube espanhol venceu o jogo de ida por 1 a 0 contra os alemães e está a um empate da decisão da Liga dos Campeões

Cristiano Ronaldo em ação pelo Real Madrid no jogo de ida contra o Bayern. Foto: Divulgação
Cristiano Ronaldo em ação pelo Real Madrid no jogo de ida contra o Bayern. Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, o Real Madrid visita o Bayern de Munique na Alemanha com uma missão: segurar a vantagem conquistada na partida de ida das semifinais da Liga dos Campeões, quando venceu por 1 a 0, e voltar à decisão da competição após 14 anos. Confiança não falta em nenhum dos lados para o duelo. Provocações também não.

“Li que em Madrid dizem que já estão na final”, provou Pep Guardiola, técnico do Bayern. “Marcar dois gols neles não é uma missão fácil, mas tentaremos com todas as nossas forças”, garantiu. Para o treinador, a atuação apagada do craque Ribéry não pode se repetir. “O vi jogar com energia e agressividade. Com raiva. Ele precisa disso. Precisa ter raiva do comandante, da torcida, do árbitro e dele mesmo. É com essa característica que o time precisa dele em campo”, analisou.

O técnico do clube alemão promete não deixar espaço para o oponente atuar e manter os 75% de posse de bola do jogo de ida. Para ele, domínio e fundamental, além de ter a consciência de que agressividade exagerada por ocasionar erros na troca de passes. “Temos que ter coração, que é assim que necessitamos para ganhar. Quem colocar mais paixão, chegará à final”.

Do outro lado, o técnico Carlo Ancelotti rebateu as declarações de Guardiola. “Quem dera já tivéssemos passado à final. Será um jogo complicado, contra uma equipe gigante. Temos uma pequena vantagem e devemos aproveitá-la. Não somos tontos de achar que já ganhamos”, rebateu.

A dúvida do comandante para o confronto é entre Isco e Gareth Bale. O galês, inclusive, garante que está pronto para o duelo decisivo desta terça-feira. “Estou me sentindo bem e espero poder jogar contra o Bayern”, declarou.

Quem também pode cavar um lugar entre os 11 iniciais do Real Madrid é o lateral esquerdo Marcelo, recuperado de lesão. Ancelotti tem a opção de colocar o jogador na vaga de Fabio Coentrão.

O português Cristiano Ronaldo tem uma inspiração mais do especial para chegar à grande final. Caso o Real se classifique, disputará a grande decisão em Lisboa, seu país natal. “Seria um sonho. Podemos conseguir”.

FICHA TÉCNICA - BAYERN DE MUNIQUE X REAL MADRID
Local: Alianz Arena, em Munique (Alemanha)
Data: 29 de abril de 2014
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Pedro Proença, de Portugal
Assistentes: Bertino Miranda e Tiago Trigo, ambos de Portugal

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Rafinha, Boateng, Dante e Alaba; Schweinsteiger, Lahm e Kroos; Robben, Mandzukic e Ribéry
Técnico: Pep Guardiola

REAL MADRID: Casillas; Carvajal, Sergio Ramos, Pepe e Coentrão (Marcelo); Xabi Alonso, Modric e Isco (Bale); Di María, Benzema e Cristiano Ronaldo
Técnico: Carlo Ancelotti

Fonte: IG

Compartilhar: