Em vídeo inédito da campanha de TV, Campos enaltece Marina e ataca PT

Equipe do candidato socialista havia concluído o programa, com dois minutos de duração, que deveria ter ido ao ar na terça-feira, junto com a estreia de todos os candidatos

brasil-politica-marina-silva-eduardo-campos-baixa-20140821-001-size-598

O horário eleitoral desta quinta-feira na televisão marcou a estreia de Marina Silva como candidata do PSB à Presidência da República, no lugar de Eduardo Campos. Contudo, a equipe do candidato morto no último dia 13, num acidente aéreo em Santos, já havia concluído o primeiro filme da campanha, que iria ao ar na terça-feira, juntamente com a estreia dos demais candidatos. O site de VEJA apurou que houve tempo, inclusive, para que outras versões do mesmo vídeo tivessem sido avaliadas em pesquisa, para que se chegasse ao modelo ideal para ser exibido na TV.

O vídeo original, de dois minutos de duração, foi substituído por outro feito com imagens do velório de Campos ao som de um discurso lido por Marina em homenagem ao companheiro de chapa. A ex-senadora só foi ao ar como candidata nesta quinta-feira, depois da aprovação de sua entrada na corrida eleitoral pela Executiva do PSB e partidos coligados, ocorrida na tarde de quarta.

O programa exibido nesta quinta mostrou Marina emocionada, interrompendo a leitura do discurso e recordando o vídeo original gravado com Campos. “Vi com muita emoção o primeiro programa de TV que íamos levar ao ar e me tocou profundamente a imagem do abraço que nos demos”, afirmou.

O discurso do vídeo original mostra Campos contando a história da entrada de Marina no PSB e a construção da “terceira via”. Ambos não pouparam, no entanto, um ataque direto à campanha petista, cujo slogan é “Muda Mais”. “Chega da propaganda que diz que é preciso mais mudança, quando elas não foram feitas nos últimos quatro anos”, disse o ex-governador pernambucano. Assista:

 

Fonte: Veja

Compartilhar:
    Publicidade