Em vídeo, pivô da polêmica da Lusa, Héverton nega aposentadoria

Por meio de um vídeo, jogador afirma ter repensado sua decisão e vai cumprir o seu contrato com o Paysandu, que vai até o final do ano

Após gol em Re-Pa, Héverton garante: 'Portuguesa já é passado'. Foto: Divulgação
Após gol em Re-Pa, Héverton garante: ‘Portuguesa já é passado’. Foto: Divulgação

Após o presidente do Paysandu anunciar a aposentadoria de Héverton, o meia gravou um vídeo nesta quarta-feira voltando atrás na decisão. O jogador assumiu que estava confuso por conta da polêmica com a Portuguesa e a justiça, mas conversou com pessoas ligadas a ele e percebeu que o melhor é levantar a cabeça e seguir a carreira.

O jogador admitiu que cogitou mesmo se aposentar mas, após o anúncio, disse ter sido demovido da ideia por Vandick Lima, presidente do Paysandu.

“Tenho um carinho enorme e um respeito por ele e pelos meus companheiros. Falei para o presidente que existia essa possibilidade de abandonar, parar de jogar futebol, pois estava sofrendo psicologicamente e estava ficando insustentável. Ele deixou claro que sou muito jovem para tomar uma decisão tão seria. Falou que ia dar um, dois dias de folga para eu pensar na minha vida. Tomei a decisão de continuar conversando com pessoas mais próximas”, afirmou.

“Gostaria de agradecer a todas as pessoas pela paciência que tiveram comigo. Gostaria de deixar uma coisa bem clara: jamais na minha vida vou desistir de fazer o que gosto, principalmente num momento tão importante”, completou.

Héverton foi o personagem central do processo que culminou no rebaixamento da Portuguesa para a Série B do Campeonato Brasileiro, no ano passado. O jogador atuou de forma irregular no empate contra o Grêmio, pela última rodada do Brasileirão, o que motivou o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) a punir a Lusa com a perda de quatro pontos.

Agora no Paysandu, onde tem contrato até o final do ano, o meia foi o autor do gol que garantiu a equipe na final da Copa Verde, que será diante do Brasília na terça do dia 8 de abril e no domingo do dia 20.

“Eu vim aqui para agradecer a vocês pelo apoio após o anúncio e pode ter certeza que vou cumprir o meu contrato e ajudar o Paysandu”.

Fonte: Yahoo

Compartilhar: