Embriagado, ex-meia do Santos e Fla é preso ao sair de motel em Belém

Arinélson, atualmente com 40 anos, se irritou e bateu, por duas vezes consecutivas, no portal do estabelecimento até derrubá-lo. Paraense pagou fiança e está solto

Arinélson, 40 anos, parou de jogar em 2010 no Sergipe. Foto:Divulgação
Arinélson, 40 anos, parou de jogar em 2010 no Sergipe. Foto:Divulgação

O ex-jogador Arinélson, que defendeu o Santos e o Flamengo e se aposentou em 2010, foi preso em flagrante ao se envolver em uma confusão na última madrugada, em Belém, na companhia de sua esposa. Ao sair de um motel, no centro da capital, o meio-campista acabou por se irritar com a demora na chegada da conta, colidiu duas vezes com o portão de saída do estabelecimento até derrubá-lo e só quitou o débito depois que a polícia chegou ao local.

Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), registrado na central de recepção de flagrantes, o ex-jogador estava embriagado, o que foi constatado pelo Centro de Perícias Cientificas Renato Chaves, no teste do bafômetro. Ao ser conduzido até a delegacia, o ex-atleta se manteve calado e afirmou que somente prestará os esclarecimentos sobe o caso em juízo.

Na manhã desta segunda, depois de pagar fiança no valor de R$ 2.172,00, Arinélson foi solto e responderá o processo em liberdade. A reportagem tentou contato com o estabelecimento envolvido, mas a gerente preferiu não comentar o assunto.

Carreira promissora não “decolou”

Arinélson Freire Nunes, atualmente com 40 anos, é paraense e já rodou por vários clubes do país. Habilidoso, chamou a atenção de Vanderley Luxemburgo, em 1997, que o levou para o Santos, onde permaneceu por dois anos consecutivos até se transferir para o Flamengo. Depois passou pelo Paraná, Guarani, Fluminense, Remo, Paysandu e futebol da Coréia do Sul.

Fonte:G1

Compartilhar: