Empresa cria cobertor à prova de balas para proteger crianças de tiroteios

Almofada é feita com material plástico de alta densidade utilizado para blindagem balística

Objeto tem alças que podem ser fixados em torno de usuários como uma mochila. Reprodução: Facebook
Objeto tem alças que podem ser fixados em torno de usuários como uma mochila. Reprodução: Facebook

Uma empresa de Oklahoma, nos Estados Unidos, projetou um cobertor à prova de balas para proteger as crianças e professores em caso de tiroteio nas escolas. O objeto, uma espécie de almofada, é feito a partir dos mesmos materiais usados ​​pelos militares americanos.

Um dos responsáveis pelo projeto, Steve Walker, contou que ideia surgiu após duas tragédias: o tiroteio na escola Sandy, em Connecticut em 2012, e os tornados em Oklahomano ano seguinte. O sócio-gerente da empresa, Stan Schone, afirmou que os cobertores podem ser mais práticos que abrigos para crianças, porque podem ser armazenados em salas de aula.

“O objeto dá às crianças uma opção, uma oportunidade de sobreviver”, declarou disse Schone, apontando a necessidade do produto.

O cobertor tem alças que podem ser fixadas em torno de usuários, como uma mochila. A leve almofada é ​​feita com um material plástico de alta densidade utilizado para blindagem balística que pode proteger os usuários de pregos, fragmentos de metal e outros objetos cortantes. A empresa estima que a almofada, já testada em um campo de tiro, pode fornecer abrigo contra 90% de todas as armas usadas em tiroteios nas escolas americanas.

Nas primeiras seis semanas de 2014, houve 13 tiroteios em escolas dos Estados Unidos. Segundo um estudo de janeiro, 28 pessoas foram mortas em 44 ataques desde a tragédia na escola Sandy, em dezembro de 2012.

Fonte: O Globo

Compartilhar: