Empresa recupera 40 mil fotos de celular depois de apagadas

Companhia de segurança alerta usuários que pretendem vender seus smartphones usados Fotos ficam disponíveis no celular mesmo depois de apagadas

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Pretende vender algum celular usado? É preciso tomar cuidado para deletar todos os dados pessoais, segundo a empresa de segurança Avast Software. Em um teste com 20 smartphones usados, a companhia conseguiu recuperar mais de 40 mil fotos, além de e-mails, mensagens de texto e até a identidade de donos antigos dos dispositivos.

Entre os dados encontrados, estavam mais de 1.500 fotos de famílias com crianças, 750 fotos de mulheres se despindo ou nuas, mais de 250 selfies de pênis, além de 1 mil buscas do Google, 750 e-mails e mensagens de texto, 250 nomes de contatos e endereços de e-mail, quatro identidades de antigos donos do celular e uma solicitação completa de um empréstimo.

Segundo a Avast, esses arquivos foram recuperados mesmo depois de os usuários terem deletado todos os seus dados e até retornado seus smartphones para as configurações de fábrica. Os 20 celulares Android foram comprados de vendedores espalhados pelos Estados Unidos. Para buscar as informações pessoais, foi usado um software de recuperação de dados.

“A quantia de dados pessoais que recuperamos foi assombrosa”, disse o presidente da área móvel da Avast, Jude McColgan, em comunicado. Em entrevista à Fast Company, o executivo recomendou que os usuários tenham cuidado, entendam o que carregam em seus smartphones e usem boas ferramentas.

Vale lembrar que a pesquisa nos aparelhos foi realizada para promover um produto da Avast, aplicativo gratuito de antirroubo que promete deletar permanentemente e fazer uma gravação por cima dos arquivos, tornando os dados irrecuperáveis.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade