Empresas do Centro-Oeste e do Nordeste buscaram mais crédito em janeiro

O maior recuo na demanda ocorreu entre as empresas de médio por

Na análise por setor, a indústria registrou maior busca por crédito em janeiro. Foto: Thinkstock
Na análise por setor, a indústria registrou maior busca por crédito em janeiro. Foto: Thinkstock

A busca das empresas por crédito manteve-se praticamente estagnada em janeiro deste ano, aponta levantamento divulgado nesta segunda-feira (17) pela empresa de consultoria Serasa Experian. A taxa de variação ficou em 0,2% na comparação com igual período de 2013. Em relação a dezembro, no entanto, houve alta de 6%. Esse avanço é explicado pelo maior volume de dias úteis em janeiro, sendo 23 contra 21 dias no último mês do ano.

As regiões Centro-Oeste e Nordeste apresentaram altas idênticas de 2,4%. O Sudeste também registrou acréscimo de 0,4% na comparação anual. Na região Norte, a variação foi nula. O Sul, por sua vez, foi a única região do país a apresentar índice negativo, com -2,6% ante igual período do ano passado.

A estagnação, de acordo com os economistas da Serasa, está relacionada à alta dos juros e do dólar e às incertezas dos empresários quanto ao cenário econômico para 2014. O maior recuo na demanda por crédito ocorreu entre as empresas de médio porte, com taxa de -3,1%. As grandes empresas, por outro lado, registraram avanço de 9,9% e as de micro e pequeno porte apresentaram alta de apenas 0,3% no primeiro mês do ano ante janeiro de 2013.

Na análise por setor, a indústria registrou maior alta, com 6,1%. Também houve avanço entre as empresas de serviço, com 2,4%. Esses resultados, no entanto, foram praticamente anulados pelo movimento de queda do setor comercial, que recuou 3% em relação a janeiro do ano passado.

 

Fonte: Agência Brasil / R7

Compartilhar:
    Publicidade