Encontrado na Espanha o primeiro caso mundial de “WhatsApptite”

A mulher de 34 anos estava com 27 semanas de gravidez quando começou a reclamar de dores fortes nos dois pulsos após acordar pela manhã

Foto:Divulgação
Foto:Divulgação

Um médico espanhol afirma ter encontrado o primeiro caso de “WhatsApptite” do mundo. Ele alertou usuários de aplicativos de mensagens de celular sobre o problema.

A paciente não identificada se queixou de fortes dores nos dois pulsos. Após investigar o caso, Inés Fernandéz-Guerrero, do hospital Universitário Geral de Granada, percebeu que o problema era decorrente do uso por mais de seis horas diárias do app WhatsApp.

A mulher de 34 anos estava com 27 semanas de gravidez quando começou a reclamar de dores fortes nos dois pulsos após acordar pela manhã. Ela não havia realizado nenhuma atividade física nos dias anteriores e não tinha histórico de lesões e traumas nas articulações.

“A paciente estava trabalhando do dia 24 de dezembro, e no dia seguinte respondeu às mensagens que doram enviadas ao seu smartphone”. “Ela segurou o telefone que pesava cerca de 130 gramas por pelo menos 6 horas”. “Durante esse período, ela realizou movimentos contínuos com os dois polegares para enviar as mensagens”, contou o médico.

O diagnóstico para as dores nos punhos foi denominado “WhatsApptite”. A paciente recebeu medicação analgésica e foi proibida de usar seu telefone.

O problema relacionado ao uso de aparelhos eletrônicos não é novidade. Na década de 1990, a chamada “Nintendotite” afetou jogadores de videogames. Os médicos seguem atentos aos novos distúrbios que surgem à partir dos novos equipamentos.

Fonte:R7

Compartilhar: