Energético “dá asas”, diz juiz ao condenar acusado de arrancar braço de ciclista

Defesa contesta versão de que Alex Siwek misturou vodca com energético e vai recorrer

Bicicleta de Souza ficou destruída. Foto: Divulgação
Bicicleta de Souza ficou destruída. Foto: Divulgação

O juiz Walter Calciolari, da 25ª Vara Criminal de São Paulo, usou o slogan da marca de um conhecido energético na sentença em que condenou, por lesão corporal culposa e por deixar o local de acidente, o motorista Alex Kozloff Siwek a seis anos de prisão, a serem cumpridos inicialmente em regime semiaberto.

Siwek era acusado de provocar o acidente que decepou o braço do ciclista David Santos Sousa, na avenida Paulista, em 10 de março de 2013. O caso aconteceu às 5h45. De acordo com a decisão judicial, antes do acidente Siwek ingeriu três doses de vodca com energético em uma casa noturna.

Na sentença, o juiz Calciolari afirma: “A forma agressiva de dirigir, externada pelo réu, converge com o que em regra se vê daqueles que conduzem veículo automotor, sob influência de álcool. Nesse mesmo sentido, o que se constata da ficha de consumo, em nome do réu, na Casa Noturna Josephine, fornecida pelo sócio-proprietário, onde consta que Alex consumiu ao menos três doses de vodka ‘Ketel One’, além do energético ‘Red Bull’, cuja vinheta do fabricante é pública e notória: ‘Red Bull te dá asas !!!’.”

A frase aparece em negrito e itálico na sentença, seguida dos três pontos de exclamação. Além da condenação a seis anos, Siwek teve a carteira de habilitação suspensa por cinco anos.

Defesa contesta

A defesa de Siwek contesta a versão de que o motorista bebeu antes do acidente e afirma que vai recorrer da decisão.

“Ele comprou a bebida. Isso não significa que tenha ingerido”, afirmou o advogado Cássio Paoletti.

Depois do acidente, Siwek jogou o braço de Sousa, que havia ficado em seu Honda Fit, no córrego da avenida Ricardo Jafet. Em seguida, apresentou-se a um policial militar em uma base.

Fonte: R7

Compartilhar: