Energéticos podem fazer tão mal quanto droga, alerta especialista

Grande quantidade de açúcar e cafeína pode provocar dificuldades na concentração

Bebida tem grande quantidade de açúcar e cafeína. Foto:Divulgação
Bebida tem grande quantidade de açúcar e cafeína. Foto:Divulgação

As bebidas energéticas podem ser tão prejudiciais quanto às drogas e devem ser banidos das escolas. A declaração foi dada ao Daily Mail desta segunda-feira (20) pelo especialista em saúde e assessor do governo da Inglaterra, John Vincent.

“A quantidade de açúcar e cafeína nessas bebidas é, em nossa opinião, tão grande e faz tão mal que parecem que estamos permitindo drogas nas escolas. Eles têm um efeito extremamente prejudicial na capacidade de concentração”.

Segundo a publicação, este tipo de bebida mistura o açúcar e cafeína em grandes quantidades tornam as crianças hiperativas e difícil de controlar.

Uma lata de 500 ml, por exemplo, contêm o equivalente a mais de 13 colheres de chá de açúcar e de 160 mg de cafeína, o que é aproximadamente o mesmo que em quatro latas de cola.

De acordo com relatos de professores e alunos, o uso da bebida por crianças e adolescentes podem provocar tremores e tonturas.

A jurada do programa X Factor juiz Sharon Osbourne declarou recentemente que as o energético foi que provocou a convulsão sofrida por sua filha Kelly ano passado. A jovem passou cinco dias no hospital depois de ter uma convulsão e colapso.

Fonte:Bol

Compartilhar: