Envolvida em polêmica, modelo conta 7 traições de ex-gremista

O caso é mais um capítulo na polêmica separação do casal, no ano passado

Wanda Nara teria acusado Maxi López de sete atos de traição durante o casamento. Foto:Divulgação
Wanda Nara teria acusado Maxi López de sete atos de traição durante o casamento. Foto:Divulgação

O site Balón Rosa publicou nesta sexta-feira um suposto e-mail da modelo Wanda Nara ao seu ex-marido, o atacante Maxi López, que jogou pelo Grêmio e atualmente defende o Catania, da Itália. Na correspondência, enviada em 8 de dezembro de 2013, ela acusa o jogador de sete atos de traição descobertos ao longo dos cinco anos de casamento.

Segundo a suposta carta de Wanda, entre as traições de Maxi López estão “o dia em que levou prostitutas a um barco e disse que estava concentrado”; “o dia em que transou com a empregada em minha casa e foi denunciado por violação”; “quando eu e minha mãe te encontramos com prostitutas no apartamento de seu representante Darío Bombini”; e “quando conversei com uma italiana que se dizia grávida e que mantém relações com você há dois anos”.

Wanda também teria citado casos extraconjugais de Maxi López no Brasil, na Espanha e outro com local não especificado. Ela encerra o suposto e-mail dizendo: “todos esses anos, só fiz cuidar de meus filhos, sofrer e tentar salvar minha família. Agora, terminou”.

O caso é mais um capítulo na polêmica separação do casal, no ano passado. Poucos dias depois do fim do casamento, Wanda já estava namorando o atacante Mauro Icardi, da Inter de Milão, que era amigo pessoal de Maxi López. Os dois já fizeram tatuagens com o nome um do outro e passaram juntos o Ano-Novo no Brasil.

Fonte:Terra

Compartilhar: