Equador luta até o fim, mas só empata com a França e volta pra casa

Time é o único dos quatro sul-americanos que não se classificou às oitavas de final

França passa em primeiro do Grupo E e pega a Nigéria nas oitavas. Foto: Divulgação
França passa em primeiro do Grupo E e pega a Nigéria nas oitavas. Foto: Divulgação

A Copa 2014 perdeu um pouco seu ar de Copa América. O Equador empatou sem gols com a França e ficou pelo caminho nesta quarta-feira (25), no Maracanã, no Rio de Janeiro. Outros quatro sul-americanos, no entanto, ainda seguem no torneio. No outro jogo do Grupo E, a Suíça bateu Honduras e avançou na segunda colocação.

Classificação e jogos

Primeiro colocada da chave, a França enfrenta a Nigéria, na segunda-feira (30), no Mané Garrincha, em Brasília (DF). Já a Suíça mede forças com a Argentina, um dia depois, no Itaquerão, em São Paulo (SP).

A torcida equatoriana lotou a cidade e também se fez presente no estádio para apoiar a equipe. Tanto apoio pareceu ter sido ainda mais um motivo de pressão contra a própria equipe. Vizinhos de continente, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Uruguai já haviam garantido vaga nas oitavas de final e a América do Sul torcia por mais uma classificação à base do “sim, se pode”, com os mais diferentes sotaques.

Sem esconder sua inferioridade técnica, o time do técnico Reinaldo Rueda se fechou na defesa e a todo o momento buscava os contra-ataques com Montero, Arroyo e o artilheiro Enner Valencia, que só conseguiu uma boa cabeçada no primeiro tempo. Claramente faltou um pouco mais de qualidade do ataque. Do outro lado, com um time misto, os Bleus não tinham a menor pressa e o craque Karim Benzema só levou perigo em um chute para o gol.

Na volta do intervalo, o jogador mais experiente do Equador cometeu uma bobagem daquelas. Antonio Valencia deixou o pé no adversário e foi para o chuveiro logo aos 3 minutos. O esquema tático ficou comprometido e a equipe passou a viver de lances esporádicos. Pelo lado da França, o craque Karim Benzema começou a gostar da partida e, ao mesmo tempo, cansar das jogadas desperdiçadas pelos seus companheiros Pogba e Griezmann. Mas no fim do jogo ele mesmo perdeu um gol na frente de Dominguez. A equipe sul-americana ainda lutou até o fim para compensar a expulsão do seu capitão, mas só raça foi pouco para superar os franceses.

Este foi apenas o quinto empate sem gols, em 44 jogos disputados até agora. Irã e Nigéria, Brasil e México, Japão e Grécia, Costa Rica e Inglaterra e Equador e França também ficaram no 0 a 0 nesta Copa do Mundo.

Único sul-americano fora das oitavas de final, o Equador teve o mérito de lutar até o fim contra um adversário infinitamente superior. A equipe agora toma o caminho de casa e, com uma boa geração, pode pensar em aparecer mais vezes em grandes competições. Já a França busca reviver os tempos de campeã mundial justamente na casa de um grande rival como o Brasil.

Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade