Equilíbrio torto – Vicente Serejo

Quem nunca? Quem nunca prometeu começar a dieta numa segunda-feira que jamais foi pontual a chegar; disse que organizaria os…

Quem nunca? Quem nunca prometeu começar a dieta numa segunda-feira que jamais foi pontual a chegar; disse que organizaria os armários e manteria a ordem estabelecida por um longo tempo; afirmou que terminaria uma relação que já não mais estava trazendo felicidade; declarou que economizaria determinado valor em dinheiro todo mês; se comprometeu a largar um emprego opressivo e dar um passo em relação ao seu sonho profissional… Quem sempre? Sempre faz as coisas da mesma maneira, sempre escolhe o mesmo itinerário, sempre desiste no meio do caminho…

Não é tão simples assim entender a auto-sabotagem. Não se trata exatamente da falta de disciplina, nem de ausência de determinação. Tampouco da preguiça ou fraqueza. Talvez, o “nunca” e o “sempre” possam delinear alguma explicação sobre este boicote a si mesmo, em que as famosas “desculpas” são a forma encontrada para explicar um comportamento que não favorece quem o tem, mas, por outro lado, não vê possibilidades de ser diferente.

A auto-sabotagem não é “privilégio” de alguns: todos nós, em algum momento da vida, nos boicotamos de uma forma ou de outra. Comecei a refletir sobre as desculpas: “eu mereço dormir até mais tarde”; ou “não consigo encontrar um exercício físico que me agrade”; ou ainda “é mais forte do que eu esse meu vício em cigarro, sexo, comida, etc, etc”; “ele (a) não me dá atenção, mas gosto dele (a)”… A auto-sabotagem é, muitas vezes, inconsciente: uma maneira estranha que as pessoas encontram de manter o equilíbrio. Ainda que seja um “equilíbrio torto”.

“As desculpas que escolhemos são padrões motivados pelas vivências familiares que tivemos, ao longo da vida, pela nossa criação”, já ouvi de uma psicóloga. É como se fôssemos programados para repetir as histórias que aprendemos. No entanto, é possível fazer escolhas mais saudáveis. Não precisamos ficar aprisionados aos padrões.

Geralmente, onde há excessos pode haver indícios de auto-sabotagem. Excesso de autoritarismo, de tristeza, de alegria, de liberdade, de exigência. “Comer demais, beber demais, sexo demais, adoecer demais… São as emoções que nos sabotam e não a situação em si”, aprendi com ela.

Também é mais fácil, constantemente, manter situações ruins e conhecidas do que se arriscar na novidade, buscar um novo equilíbrio – mais salutar. “Quanto mais podemos escolher ser o que desejamos ser, mais próximos estamos de nossa própria verdade”.

Quem nunca quis romper com este ciclo ceifador de esperança que a auto-sabotagem desencadeia? “Quando a dor de não estar vivendo for maior do que o medo da mudança, a pessoa muda”.

Divisão da discórdia

Clima de insatisfação no PMDB por causa da possibilidade de dividir a chapa proporcional em três. Os candidatos com grande votação temem ficar de fora, ao passo que outros podem ser eleitos com muito menos votos.

Número máximo

A expectativa desses candidatos é que sejam formadas, no máximo, duas coligações, para melhorar suas chances de se manterem na Assembleia Legislativa do RN no próximo ano.

Novo membro

A convenção do PDT, nesta sexta-feira (27), às 14h, no ginásio do Colégio Dom Bosco, no Gramoré, contará com a assinatura da filiação do vereador-secretário Raniere Barbosa.

Convidado

Convidado pelo prefeito Carlos Eduardo, Raniere optou por mudar de legenda. O advogado do vereador licenciado, Kennedy Lafaiete Diógenes, disse que, dentro do processo de desfiliação, não houve questionamento do partido.

Azzurra

Recebida, em Natal, pelo ex-deputado Wober Júnior (PPS), a deputada ítala-brasileira Renata Bueno (PPS), que elegeu-se deputada italiana, ocupando cadeira no Congresso da Itália, pela União Sul-Americana dos Emigrantes Italianos (USEI), cumpre agenda na cidade, nesta semana, depois de prestigiar sua seleção de futebol no Arena das Dunas.

Academia para Jovens

O prêmio literário “Câmara Cascudo e a Identidade Nacional”, promovido pela Academia Norte-Rio-Grandense de Letras (ANL), está com inscrições abertas até o dia 15 de setembro.

Academia para Jovens II

O concurso, voltado para estudantes do ensino médio e fundamental, selecionará texto inédito de quem se destacar com o trabalho de maior qualidade literária. O vencedor receberá R$ 5 mil. O resultado será divulgado na primeira quinzena de outubro.

Pequeno Príncipe

A filosofia por trás do clássico da literatura mundial “O Pequeno Príncipe” será o tema da palestra realizada, nesta quinta-feira (26), às 20h, na Escola de Filosofia Nova Acrópole, em Nova Parnamirim. Entrada gratuita.

Sebo virtual

Dica interessante para leitores “compulsivos” é o sebo virtual “Estante Virtual”. Trata-se de um site que organiza títulos disponíveis em sebos de todo o Brasil, com preços bem mais em conta. A venda é on line e a entrega do livro é pelo correio.

Festa junina

A Casa Durval Paiva está arrecadando doações – refrigerantes, polpa de fruta, milho, pão de cachorro-quente, pipoca e bolos – para realizar a festa junina às crianças e adolescentes da instituição, nesta sexta-feira (27).

Compartilhar:
    Publicidade