Escola integra alunos e família em dia dedicado a celebração do folclore

O dia foi especialmente dedicado às danças folclóricas

Objetivo foi aproximar estudantes da identidade cultural do Estado. Foto: José Aldenir
Objetivo foi aproximar estudantes da identidade cultural do Estado. Foto: José Aldenir

O Overdose Colégio e Curso realizou hoje pela manhã o 1º Palco de Manifestações Folclóricas em comemoração ao Dia do Folclore. Cerca de 130 crianças da educação infantil e ensino fundamental 1 (até o 5º ano) participaram do evento. Muitos pais também compareceram.

Um deles foi o servidor público Ivanaldo de Souza Barros, de 49 anos. Ele acredita que o dia é importante para a valorização do folclore regional, mas também o momento serviu de integração da escola com a família. “Não pode existir a escola sem essa interatividade com a família. Antes de os filhos chegaram às escolas, nós temos que fazer nosso papel no lar”, disse.

A sua filha Brenda Figueiredo de Souza, de 7 anos, também gostou de conhecer novas danças folclóricas. A dança apresentada por ela foi a Linda Rosa Juvenil. “Eu fiz a amiguinha da Rosa. Gostei mais das roupas e das músicas”, falou, trajada em um vestido roxo, como manda o figurino tradicional da dança.

Para a coordenadora do ensino infantil e ensino fundamental 1 da escola, o evento tem a função de reforçar a identidade cultural das crianças. “A importância é de resgatar as tradições do nosso povo, nosso Estado, as lendas, os mitos, as danças para que eles dêem continuidade”, comentou.

O dia foi especialmente dedicado às danças folclóricas: carimbó, boi bumbá, A linda Rosa Juvenil, Cantigas de Roda, Araruna e Dança do Coco. As duas últimas são danças genuinamente potiguares.” A dança do coco é caracterizada por uma dança praieira por ter muitos cocos na areia da praia e eles começaram a bater e fazer ritmos”, explicou a coordenadora.

Compartilhar: