Especialistas ensinam melhores maneiras para saber se tem mau hálito

A melhor forma para a pessoa saber se seu hálito está com alguma alteração estranha é perguntar para um amigo ou parente próximo

O fato de algumas pessoas não perceberem o mau cheiro vindo da própria boca se dá por causa da fadiga olfatória. Foto: Divulgação
O fato de algumas pessoas não perceberem o mau cheiro vindo da própria boca se dá por causa da fadiga olfatória. Foto: Divulgação

Uma das coisas mais chatas de se ter mau hálito é não perceber que está com ele. Quando a pessoa sabe, o tratamento costuma ser simples e prático. Para evitar esse tipo de situação, existem alguns testes, indicados por especialistas, que podem ser feitos para que a percepção da halitose fique mais fácil.

O fato de algumas pessoas não perceberem o mau cheiro vindo da própria boca se dá por causa da fadiga olfatória. “Pela proximidade da boca com o nariz, as células olfatórias se acostumam com o odor do mau hálito. É como se você entrasse numa residência que as paredes foram pintadas recentemente, você sente o cheiro da tinta, mas, cinco minutos depois, se acostuma e não sente mais”, explica Marcos Moura, cirurgião-dentista e presidente da Associação Brasileira de Halitose (ABHA).

Para o especialista, a melhor forma para a pessoa saber se seu hálito está com alguma alteração estranha é perguntar para um amigo ou parente próximo. “Deixar de lado o constrangimento e fazer a pergunta em diversas horas do dia e em dias alternados é umas das formas mais tranqüilas de descobrir se ela tem problemas com o hálito”.

Teste o seu hálito

Se não for possível questionar alguém íntimo sobre o hálito, faça um teste sozinho. Primeiro dê uma lambida no pulso, espere por trinta segundos e cheire-o. Depois, responda sim ou não para as perguntas seguintes:

Você respira pela boca?
Fuma?
Bebe pouco líquido?
Ingere bebida alcoólica mais de duas vezes por semana?
Fica muitas horas em jejum?
Ronca?
Sente a boca seca com freqüência?
Nota uma camada esbranquiçada no fundo da língua?
Tem tártaro?
Seu intestino é preso?
Sua gengiva sangra durante a higiene oral?
As pessoas te oferecem balas ou chicletes com freqüência?
As pessoas se distanciam para falar com você?
Faz mais de seis meses que não vai ao dentista?
Faz dieta?

Se ao fim desse teste o seu pulso estiver com um cheiro ruim e você tiver respondido sim para mais de dois itens acima, é possível que você tenha problemas de mau hálito. Neste caso, o melhor a fazer é procurar um especialista para ajudar a tratar o problema.

SOS Mau Hálito

E quando o seu melhor amigo tem mau hálito e não percebe? Para quem está do outro lado do problema também existe solução. “Uma pesquisa da ABHA apontou que 99% das pessoas que apresentam mau hálito gostariam de ter sido avisadas”, diz Marcos.

Porém, se a pessoa com halitose não for tão próxima para esse tipo de conversa, a ABHA desenvolveu uma ferramenta que avisa, anonimamente, a pessoa que está com mau hálito. Basta descobrir o endereço de email ou da casa dela e entrar no site www.sosmauhalito.com.br. Lá você será direcionado para o site da associação, que avisará o portador do possível mau cheiro na boca, dará dicas de como saber se está com mau hálito, além de enviar uma lista dos profissionais no Brasil que são capacitados em halitose e alterações dos padrões salivares.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade