Estrada que brilha no escuro para aumentar segurança é aberta na Holanda

Parte da via foi pintada com um pó que é carregado durante o dia e que libera um brilho verde durante a noite, eliminando a necessidade de iluminação pública

Pintura usada em estrada se 'carrega' durante o dia e libera um brilho verde à noite. Foto: Divulgação
Pintura usada em estrada se ‘carrega’ durante o dia e libera um brilho verde à noite. Foto: Divulgação

Um trecho de uma estrada na Holanda recebeu uma pintura especial que brilha no escuro, com o objetivo de aumentar sua segurança sem gastar muita energia.

A pintura contém um pó que é carregado durante o dia e, lentamente, libera um brilho verde à noite, eliminando a necessidade de iluminação pública.O artista interativo Daan Roosegaarde se associou à empresa de engenharia civil holandesa Heijmans para implantar a ideia.

A tecnologia está sendo testada em um trecho de 500 m, e o lançamento oficial é previsto para o final deste mês.

É a primeira vez que as “faixas que brilham” são implantadas em uma estrada – a N329 em Oss, cerca de 100 quilômetros a sudeste de Amsterdã. Uma vez carregada, a faixa pode brilhar por até oito horas no escuro.

Incentivar a inovação

“O governo está apagando a iluminação pública à noite para economizar dinheiro, a energia está se tornando muito mais importante do que poderíamos ter imaginado há 50 anos”, disse Roosegaarde à BBCno ano passado. “Este (projeto na) estrada é sobre segurança e com o foco em um mundo mais autossustentável e mais interativo.”

Entre os projetos anteriores de Roosegaarde está uma pista de dança com luzes alimentadas por movimentos dos dançarinos. A Heijmans já estava trabalhando em projetos envolvendo postes de energia neutros quando o Roosegaarde se associou à empresa.

Heijmans disse que a tecnologia também é “uma alternativa sustentável para lugares onde não há iluminação convencional”.

Projeto piloto

A inovação nas estradas deve ser incentivada, disse o professor Pete Thomas, do Centro de Investigação de Segurança de Transportes da Universidade de Loughborough (Grã-Bretanha), mas novas tecnologias precisam ser testadas e sua eficácia em segurança precisa ser comparada com tecnologia já existente, como os tradicionais marcadores em estradas que brilham com a luz dos faróis dos automóveis.

“Colocar essa tecnologia em todas as estradas sem iluminação seria um grande investimento. Por isso, precisamos de provas concretas sobre como isso se compara com (a tecnologia) que já temos”, disse ele.

Inicialmente, a equipe também tinha planos de desenvolver símbolos que apareceriam na estrada uma vez que a temperatura externa chegasse a um determinado nível. A mistura de tinta sensível à temperatura seria usada para criar símbolos gigantes em formas de flocos de neve na pista para alertar os usuários de que a pista da estrada poderia estar congelada.

O trecho atual da estrada em Oss não inclui esta tecnologia sensível à temperatura.

O projeto ainda está em testes e espera-se que possa ser expandido internacionalmente ainda neste ano. A imprensa holandesa informou que a Heijmans está interessada em usar a tinta em outras estradas, mas que nenhum contrato havia sido negociado.

Fonte: Terra

Compartilhar: