Estratégias de segurança são construídas com taxistas e motoristas de ônibus

General Eliéser destacou a importância de ter nos taxistas agentes colaboradores da segurança pública

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Profissionais de táxis e de transporte coletivo estiveram no Centro Integrado de Comando e Controle – CICCR – para discutirem, conjuntamente com os integrantes do sistema de segurança pública do Estado, estratégias de segurança para seus setores.

O encontro convocado pelo Secretário Estadual de Segurança Pública e da Defesa Social, General Eliéser Monteiro, contou com a participação do Comandante-Geral da Polícia Militar, Cel. Francisco Araújo, do Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros, Cel. Eliseu Dantas, do Delegado-Geral da Polícia Civil, Del. Adson Kepler e do Secretário Municipal de Segurança Pública, Paulo César Ferreira.

Na reunião, o titular da SESED destacou a importância de ter nos taxistas agentes colaboradores da segurança pública. Por ser uma categoria formada por centenas de profissionais, e que estão se deslocando por toda a cidade, eles podem participar como cidadãos responsáveis pela segurança pública.

Representantes dos motoristas de táxis se queixaram da dificuldade em obterem rádios em todos os veículos, tendo em vista que a rádiocomunicação é regulada pela Agência Nacional de Telecomunicações – ANATEL. Tendo em vista ser o rádio um instrumento essencial na comunicação do setor, o Secretário Eliéser Monteiro se comprometeu em articular junto à ANATEL novas liberações de equipamentos.

Os motoristas de ônibus, por sua vez, cobraram iluminação nos corredores do transporte público, em especial nas comunidades. A demanda foi acolhida e será encaminhada, via SESED, para a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos de Natal – SEMSUR.

Nessas reuniões outras medidas de segurança, ativas e passivas, também estão sendo construídas, o que vai certamente gerar mais seguranças para os profissionais dos sistemas e os usuários.

REFORÇO NO POLICIAMENTO

O Secretário de Segurança Pública enfatizou a realização das blitzen, que já vem ocorrendo diariamente. As barreiras estão sendo montadas em pontos surpresa, porém, estratégicos. E tem caráter itinerante. Ou seja, após certo tempo são realocadas como forma de inibir a ação de bandidos.

Outra ação anunciada foi a integração da Guarda Municipal nas barreiras e abordagens à ônibus e táxis. Com isso, mais 60 profissionais da segurança municipal estarão se somando aos PM’s. Conforme a Lei Federal 13.022/2014, publicada em 11/08/14, os guardas municipais passaram a ter porte de arma e poder de polícia. Assim, eles podem atuar na proteção da população, no patrulhamento preventivo e no desenvolvimento de ações de prevenção primária à violência.

Compartilhar: