Estudantes do IFRN participam de testes rápidos de HIV e Sífilis

Os estudantes que fizeram os testes rápidos recebem orientações sobre o teste e esclarecimento sobre DSTs

A atividade está dentro da campanha do Ministério da Saúde 'Fique Sabendo', de âmbito nacional. Foto: Divulgação
A atividade está dentro da campanha do Ministério da Saúde ‘Fique Sabendo’, de âmbito nacional. Foto: Divulgação

Durante esta terça-feira (10), estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) da Cidade Alta tiveram a oportunidade de fazer testes rápidos de detecção de HIV e Sífilis, bem como receberem orientações sobre a importância do diagnóstico precoce e da prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. A iniciativa, que também faz alusão ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS, comemorado no último dia 1º de dezembro, é uma parceria do IFRN e da Secretaria Municipal de Saúde de Natal, que disponibilizou uma equipe de 11 técnicos para a ação. De acordo com Ricardo Xavier, médico do IFRN, a atividade está dentro da campanha do Ministério da Saúde ‘Fique Sabendo’, de âmbito nacional.

A coordenadora de Atividades Estudantis do IFRN, Luciana Medeiros, destacou a importância da ação junto aos alunos. “Um dos principais objetivos da campanha é que caso seja detectada alguma doença nos alunos, podemos fazer este acompanhamento, já que os alunos ficam conosco por dois ou três anos, que é a média de duração dos cursos.

Desta forma, pode ser buscada uma melhor qualidade de vida. Além dos testes de HIV e Sífilis, vamos ver se conseguiremos os testes de Hepatite”, disse.

Os estudantes que fizeram os testes rápidos passam por uma espécie de acolhimento com orientações sobre o teste e esclarecimento sobre DSTs. Segundo a psicóloga Edda Barbalho, do Núcleo de DSTs/AIDS, da SMS, boa parte dos interessados já ouviu falar de testes rápidos e também sabem sobre algumas doenças sexualmente transmissíveis.

Edda também explicou que os testes rápidos são realizados no Brasil desde 2006, mas só agora estão disponíveis em parte da rede municipal de saúde de Natal. “Desde julho estamos no processo de implantação de testes rápidos de HIV e Sífilis. Primeiro focamos no Distrito Sanitário Oeste, que tem dados epidemiológicos crescentes para estes tipos de doenças. Também desenvolvemos uma série de ações para movimentar o nosso público-alvo, que são os jovens, tentando trazer para eles esta oportunidade de se cuidarem mais”. Segundo a psicóloga, a proposta é que até o final de 2014 sejam realizados testes rápidos em todas as unidades de saúde do município. Atualmente a Unidade de Saúde de Aparecida, no bairro de Mãe Luiza, e a Unidade de Saúde de Cidade Praia, ma zona Norte de Natal, disponibilizam testes rápidos de HIV e Sífilis.

A estudante Gessica Silva fez os testes para detecção e estava no aguardo do resultado. “Acho muito importante a ação e a mulher tem que procurar se cuidar e ser mais consciente”. Já Débora Santos, que faz o curso de camareira, também destacou a comodidade de realizar o teste no lugar que estuda. “Achei bem interessante. Não tenho muito tempo para procurar uma unidade de saúde e esta é uma forma de estar em dia com a saúde. Recebi meus resultados, deu tudo certo e agora estou recebendo orientações sobre métodos anticoncepcionais”.

Compartilhar:
    • Guest

      Onde consigo as fotos do evento? Queria a minha…