Estudo mostra que nadar abre o apetite e pode não ser útil para emagrecer

A natação é muito eficaz na redução da pressão arterial e na melhora da função vascular

Estudo mostrou que a natação não é particularmente útil para a perda ou a manutenção do peso corporal. Foto: Thinkstock
Estudo mostrou que a natação não é particularmente útil para a perda ou a manutenção do peso corporal. Foto: Thinkstock

Os efeitos da natação sobre a saúde são de certo modo semelhantes aos ocasionados por atividades aeróbicas terrestres como corrida, caminhada e ciclismo, afirmou Hirofumi Tanaka, diretor do Laboratório de Pesquisas do Envelhecimento Cardiovascular da Universidade de Texas, de Austin.

A natação, assim como esses esportes, é um “exercício aeróbico rítmico que pode ser realizado sem interrupção para melhorar a saúde cardiovascular e muscular”, afirmou.

Experimentos realizados por Tanaka e outros pesquisadores descobriram que a natação “é muito eficaz na redução da pressão arterial e na melhora da função vascular”, e que a caminhada e outros exercícios de resistência terrestres são tão eficazes quanto.

A única vantagem da natação é que, por ser praticada dentro d’água, oferece flutuação e resfriamento, afirmou Tanaka. “Por isso, a incidência de lesões ortopédicas e a taxa de doenças relacionadas ao calor são baixas”, completou.

Desvantagem

Todavia, a natação possui uma desvantagem considerável. “Ela parece estimular o apetite mais do que exercícios vigorosos realizados no solo, como a corrida”, disse Tanaka. Isso significa que a natação não é particularmente útil para a perda ou a manutenção do peso corporal.

Em um estudo de 2005 sobre o hábito de realizar exercícios e o peso corporal, que envolveu mais de 15 participantes de 53 a 57 anos, as pessoas que caminharam rapidamente, correram ou andaram de bicicleta não ganharam muito peso ao longo de uma década. Já as pessoas que nadaram estavam predispostas a engordar.

Todavia, “a natação é, sem dúvida, uma atividade benéfica devido a outros fatores, especialmente para a saúde cardiovascular”, afirmou Tanaka. Apenas deixe de lado o bolinho comemorativo após dar suas voltas.

 

Fonte: Uol

Compartilhar: