Ex-bispo que chutou Nossa Senhora comandará igreja no Brasil

Rompido com a Universal e lançando livro, ele critica dogmas católicos e diz que brasileiro "é ignorante espiritualmente"

4uy54u3

Ele é um dos brasileiros mais conhecidos no mundo por causa de um chute. E não é jogador de futebol. Em 1994, no dia da Padroeira do Brasil, o evangélico Sérgio Von Helde, então bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, ousou chutar a imagem de Nossa Senhora Aparecida, ao vivo, em um programa na TV Record. As imagens se espalharam rapidamente.

Von Helde foi execrado. Teve de amargar uma espécie de exílio nos Estados Unidos. Depois, morou em Porto Rico, México, Colômbia e Venezuela. Quase vinte anos depois, o carioca da Pavuna (zona norte do Rio) – rompido agora com a igreja de Edir Macedo -, retorna definitivamente ao Brasil. Ele será, a partir de agora, o responsável no País pela Igreja da Restauração, fundada há 12 anos nos Estados Unidos.

Criada pelo bispo Angelo Barbosa, outro dissidente da Universal, a Restauração abriu sua primeira sede no Brasil em Marília, interior de São Paulo. O ex-bispo da Universal acaba de lançar o livro – “Um chute na idolatria” (Editora Eclesia, 204 páginas), no qual faz duras críticas à Igreja Católica e contesta dogmas como de que Maria é a mãe de Deus. Mostra-se disposto a retomar a polêmica com os católicos. “A Igreja Católica vive de mentiras”, afirma. Von Helde contesta também outros pontos da doutrina católica como a existência do purgatório, a ideia de que todos são filhos de Deus, a interpretação de que as pessoas descansam depois da morte e todo o mundo vai para o céu. Circulou nas redes sociais um boato de que o bispo teria sofrido um acidente na perna e, no hospital, sem conseguir a cura, viu a imagem de Nossa Senhora e se converteu.

“Uma de tantas mentiras”

Segundo o bispo, uma pessoa apareceu no programa do Ratinho, no SBT, falando do suposto acidente e da conversão ao catolicismo. “É o que a Igreja Católica vem dizendo há muitos anos”, reclama. “Como estou há muito tempo fora, pareceu verdade. Agora, tenho a oportunidade de mostrar que isso é mais uma de tantas mentiras”.

“Brasileiro é ignorante espiritualmente”

Von Helde diz que o seu livro tem o objetivo de “mostrar mentiras, que de gerações em gerações, entram na cabeça das pessoas como verdades”. Segundo ele, é “para tirar as pessoas da cegueira e da ignorância”. Apesar das imagens espalhadas pelo mundo, ele nega ter chutado a santa. “Se tivesse chutado, teria quebrado meu pé, porque aquilo parecia de ferro. Mas a Globo ficou insistindo na imagem. Então, ficou na cabeça das pessoas que eu chutei. Qualquer pessoa inteligente vê que eu não chutei. Mas o povo brasileiro é muito ignorante espiritualmente. É falta de conhecimento da palavra de Deus. É bom explicar isso para não dizer que estou chamando o povo de ignorante”.

Ajuda de rival à campanha de Andrés é maior

Conselheiros do Corinthians dizem que a ajuda do empresário Paulo Garcia ao ex-presidente do clube, Andrés Sanchez, candidato a deputado federal pelo PT, não se restringe aos recursos financeiros declarados. Garcia é profundo conhecedor do mercado gráfico. Ele é o principal nome da oposição para concorrer às eleições no Corinthians. Andrés, a princípio, apoia o nome da situação, Roberto Andrade. Mas pode se sensibilizar com a demonstração de carinho do antigo rival.

PPS de SP faz campanha para candidato errado

A estreia do programa de TV dos candidatos do PPS paulista a deputado federal causou constrangimento ao partido. Apesar de apoiar oficialmente o PSB nas eleições presidenciais, o nome do tucano Aécio Neves aparecia ao fundo. Mas não será difícil provar que foi um descuido. O nome da ex-VJ Soninha Francine, que disputa vaga na Câmara, foi grafado errado.

“Alianças só acontecem quando os candidatos se sentem confortáveis. Não vamos obrigar a Marina Silva a fazer algo que ela não se sinta à vontade” – Rodrigo Rollemberg, candidato do PSB a governador de Brasília.

 

 

Fonte: iG

Compartilhar:
    Publicidade