Ex-jogador de futebol americano diz que atuou com seis gays

Troy Vincent afirmou que atuou com seis gays em sua carreira, mas nenhuma assumia a orientação sexual

Michael Sam se destacou no futebol americano universitário. Foto: Divulgação
Michael Sam se destacou no futebol americano universitário. Foto: Divulgação

Michael Sam pode se tornar o primeiro jogador da NFL – principal liga de futebol americano do mundo – declaradamente gay. Porém, pelo visto, a homossexualidade não é exatamente nova no esporte. Ex-jogador do esporte e atualmente dirigente, Troy Vincent afirmou que atuou com seis gays em sua carreira, mas nenhuma assumia a orientação sexual.

A afirmação de Vincent aconteceu em uma conferência com editores de esportes. Ele não quis revelar os nomes dos companheiros gays: “penso que só o que mudou, com o passar dos anos, é que agora isso (a homossexualidade) se tornou público. Eu joguei com seis jogadores gays. É um local de trabalho e cabe as pessoas revelarem ou não suas orientações sexuais”, explicou.

Como vice-presidente da NFL, Vincent afirmou que já está preparando Michael para possíveis dificuldades: “nós temos trabalhado com Michael para a vida como um jogador da NFL. Não é algo novo para os outros jogadores nos vestiários, mas eu penso que, para quem aborda isso publicamente, vai ser algo novo”.

Michael Sam começou a se destacar no futebol americano universitário durante a temporada passada e, a partir de agora, poderá ser selecionado para a NFL. Nos Estados Unidos há expectativa para ver como os times reagirão para contratá-lo ou não para a próxima temporada.

Fonte: Terra

Compartilhar: